top of page

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Sertão está entre as melhores cidades do Brasil para se viver, aponta levantamento da Gazeta do Povo

Pesquisa ranqueia Sertão como a 33ª melhor cidade do Brasil, destacando sua qualidade de vida

 

Sertão foi ranqueada como a 33ª melhor cidade para se viver no Brasil, conforme levantamento da Gazeta do Povo. A pesquisa analisou 21 indicadores em áreas como saúde, educação, segurança e infraestrutura urbana em 5.570 municípios brasileiros.

O estudo, que avaliou critérios essenciais para a qualidade de vida, mostrou que a média nacional das notas dos municípios foi de 5,66 pontos, e apenas 169 cidades atingiram notas superiores a 7. São Caetano do Sul (SP) liderou o ranking com 7,77 pontos.

Dentre as 100 primeiras cidades no ranking geral, 33 são de São Paulo, 29 de Minas Gerais, 16 do Rio Grande do Sul, nove de Santa Catarina, seis do Paraná, três de Goiás, duas do Rio de Janeiro, uma do Mato Grosso do Sul e uma de Pernambuco.

A pesquisa da Gazeta do Povo incluiu 10 categorias diferentes, utilizando um total de 21 indicadores. Alguns indicadores receberam maior peso no cálculo da nota final de cada cidade devido à sua relevância. Esses indicadores foram coletados de fontes oficiais como o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), DataSUS e o Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico).

As categorias e indicadores utilizados no ranking foram:

  1. Educação (Peso 1,5):

  • IDEB Ensino Fundamental - anos finais (2021)

  • IDEB Ensino Médio (2021)

  • Índice de Analfabetismo (Censo 2022)

  • Vagas de Ensino Superior (Censo da Educação Superior 2022)

  1. Taxa de Homicídios (IPEA, 2022) - Peso 1,5

  2. Saúde (Peso 1,5):

  • Número de Leitos Hospitalares (DataSUS, 2024)

  • Mortes Evitáveis (DataSUS, 2024)

  • Número de Médicos (DataSUS, 2024)

  1. Economia (Peso 1,5):

  • PIB (Produto Interno Bruto) per capita (IBGE, 2021)

  • População Empregada (Caged, 2024)

  1. Infraestrutura (Peso 1,5):

  • Vias Públicas com Pavimentação e Meio-fio na Área Urbana (IBGE, 2021)

  • Domicílios Ligados à Rede de Esgoto (IBGE, 2021)

  • Abastecimento de Água (IBGE, 2021)

  • Aglomerados Subnormais (Favelas) (IBGE, 2021)

  • Domicílios com Coleta de Lixo (IBGE, 2021)

  1. Expectativa de Vida (IBGE, 2021) - Peso 1

  2. Mortes no Trânsito (DataSUS, 2022) - Peso 1

  3. Suicídios (IPEA, 2021) - Peso 1

  4. Cultura (Peso 1):

  • Salas de Cinema (Ancine, 2023)

  • Bibliotecas Públicas (Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas, 2023)

  1. Famílias em Situação de Rua (Cadastro Único para Programas Sociais, 2023) - Peso 1

O levantamento revelou que São Caetano do Sul (SP) é a melhor cidade para se viver no Brasil, com 7,77 pontos. A cidade se destacou por sua infraestrutura urbana completa, elevada taxa de alfabetização (98,8%) e baixa taxa de homicídios (1,2 por 100.000 habitantes), além de 100% de ruas asfaltadas, 99,99% de domicílios com abastecimento de água e 99,95% com ligação à rede de esgoto.

Além de Sertão, outras cidades da região sul que se destacaram incluem Presidente Lucena (RS) em 7º lugar, Joaçaba (SC) em 11º lugar e Jaraguá do Sul (SC) em 34º lugar. A análise também revelou que 33 das 100 melhores cidades são de São Paulo.

Abaixo, a lista completa das 100 melhores cidades do Brasil para se viver:

  1. São Caetano do Sul (SP) - 7,77

  2. Fernando de Noronha (PE) - 7,73

  3. Jundiaí (SP) - 7,62

  4. Guaxupé (MG) - 7,59

  5. Adamantina (SP) - 7,47

  6. Extrema (MG) - 7,47

  7. Presidente Lucena (RS) - 7,46

  8. Alumínio (SP) - 7,45

  9. Arabutã (SC) - 7,43

  10. Jaci (SP) - 7,41

  11. Joaçaba (SC) - 7,39

  12. Araraquara (SP) - 7,37

  13. Chiapetta (RS) - 7,37

  14. Comendador Gomes (MG) - 7,35

  15. Estrela do Indaiá (MG) - 7,35

  16. Miraselva (PR) - 7,35

  17. Luz (MG) - 7,34

  18. Jaguariúna (SP) - 7,33

  19. Cornélio Procópio (PR) - 7,33

  20. Saldanha Marinho (RS) - 7,33

  21. Pirajuba (MG) - 7,33

  22. Pains (MG) - 7,32

  23. Capitólio (MG) - 7,32

  24. Santa Juliana (MG) - 7,31

  25. Rio das Flores (RJ) - 7,3

  26. Limeira (SP) - 7,3

  27. Lavras (MG) - 7,3

  28. Ouro Fino (MG) - 7,29

  29. Catanduva (SP) - 7,28

  30. Varginha (MG) - 7,27

  31. Florestal (MG) - 7,27

  32. Selbach (RS) - 7,27

  33. Sertão (RS) - 7,26

  34. Jaraguá do Sul (SC) - 7,26

  35. Sales Oliveira (SP) - 7,26

  36. Bragança Paulista (SP) - 7,26

  37. Itajubá (MG) - 7,26

  38. Uberlândia (MG) - 7,26

  39. Cambuí (MG) - 7,26

  40. Bonfinópolis de Minas (MG) - 7,24

  41. Ilha Solteira (SP) - 7,24

  42. Brusque (SC) - 7,23

  43. Kaloré (PR) - 7,23

  44. São José do Rio Pardo (SP) - 7,22

  45. Viadutos (RS) - 7,22

  46. Frederico Westphalen (RS) - 7,21

  47. Tombos (MG) - 7,21

  48. Cocal do Sul (SC) - 7,21

  49. João Monlevade (MG) - 7,2

  50. Pinhal Grande (RS) - 7,2

  51. Carmo (RJ) - 7,2

  52. Capivari (SP) - 7,2

  53. Dom Silvério (MG) - 7,2

  54. Pompéia (SP) - 7,2

  55. Holambra (SP) - 7,2

  56. Severiano de Almeida (RS) - 7,19

  57. Monções (SP) - 7,19

  58. Nova Bréscia (RS) - 7,19

  59. Paim Filho (RS) - 7,19

  60. Rio do Sul (SC) - 7,19

  61. Perolândia (GO) - 7,19

  62. Fagundes Varela (RS) - 7,19

  63. Porteirão (GO) - 7,18

  64. Lagamar (MG) - 7,18

  65. Maringá (PR) - 7,18

  66. Botucatu (SP) - 7,18

  67. São Sebastião do Rio Verde (MG) - 7,18

  68. Ceres (GO) - 7,17

  69. Bauru (SP) - 7,17

  70. Borborema (SP) - 7,17

  71. Taubaté (SP) - 7,17

  72. Sorocaba (SP) - 7,17

  73. Ouro Branco (MG) - 7,17

  74. Itapuí (SP) - 7,16

  75. Alcinópolis (MS) - 7,16

  76. Santa Rita do Sapucaí (MG) - 7,16

  77. Iomerê (SC) - 7,16

  78. Indaiatuba (SP) - 7,15

  79. Arapuá (MG) - 7,15

  80. Neves Paulista (SP) - 7,15

  81. Campos Altos (MG) - 7,15

  82. Pato Branco (PR) - 7,15

  83. Indianópolis (PR) - 7,15

  84. Presidente Prudente (SP) - 7,15

  85. Jales (SP) - 7,15

  86. Gentil (RS) - 7,14

  87. Muçum (RS) - 7,14

  88. Urupês (SP) - 7,14

  89. Inconfidentes (MG) - 7,14

  90. Laranjal (MG) - 7,14

  91. Arceburgo (MG) - 7,14

  92. Ribeirão Preto (SP) - 7,13

  93. Lençóis Paulista (SP) - 7,13

  94. Tupã (SP) - 7,13

  95. São José dos Campos (SP) - 7,13

  96. Lajeado (RS) - 7,12

  97. Getulina (SP) - 7,12

  98. Vargeão (SC) - 7,12

  99. Alto Feliz (RS) - 7,12

  100. Witmarsum (SC) - 7,12

Além de Sertão, a pesquisa também destacou outras cidades da microregião, como Getúlio Vargas, que ficou na 163ª posição com nota 7,01; Estação, em 1312º lugar com 6,29 pontos; e Erebango, em 2396º lugar com 5,83 pontos. Ipiranga do Sul também se destacou na 304ª posição com 6,86 pontos.

Comments


VEJA TAMBÉM

bottom of page