top of page

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Buscas a vítimas do deslizamento da BR-376 são encerradas

As buscas ativas por vítimas do deslizamento no Km 669 da BR-376, na serra de Guaratuba, estão encerradas. A confirmação veio do governo do Paraná nesta sexta-feira (2) no boletim das 17h.

“Todas as áreas com possibilidade de vítimas ou veículos foram acessadas nesta sexta-feira. Foram realizadas buscas pelos bombeiros com o auxílio de cães. Não foram encontradas novas vítimas ou veículos. A Polícia Científica do Paraná concluiu a busca ativa por todos as pessoas que haviam sido dadas por desaparecidas com relação ao incidente”, informou o boletim.

No total, foram recebidas 22 ligações com diversas informações e 15 pessoas foram encontradas em outros contextos não relacionados ao deslizamento.

O comunicado continua dizendo que o Corpo de Bombeiros Militar do Paraná encerrou a busca por vítimas e uma equipe continuará no local, com uma Viatura de Combate à Incêndio e Resgate, para trabalhos preventivos.


Até o momento, foram constatadas 14 pessoas envolvidas diretamente no incidente, com duas mortes e seis pessoas resgatadas com vida. As outras seis pessoas conseguiram escapar dos veículos sem precisar de atendimento.


A Polícia Rodoviária Federal e a Arteris Litoral continuam todos os trabalhos de estabilização das estruturas da rodovia.


Balanço
  • 14 vítimas no total.

  • 9 eram motoristas de veículos, dos quais 2 morreram (caminhoneiros).

  • 6 sobreviventes (4 do mesmo veículo – uma família).

  • 6 pessoas conseguiram escapar dos veículos sem precisar de atendimento.

  • 9 veículos removidos, sendo 6 pesados e 3 leves.

A BR-376 segue interditada totalmente na altura do km 668,7 em Guaratuba (PR), devido ao deslizamento de encosta ocorrido na segunda-feira (28). Ainda não há previsão de liberação.


Segundo a concessionária responsável pela rodovia, os usuários têm rotas alternativas pelas BR-470 e BR-116 ou BR-277.


Há bloqueios de segurança no km 1,3 da BR-101, em Garuva (SC), e no km 635 da BR-376, em São José dos Pinhais (PR), ambos sem retenção.


Ainda de acordo com a empresa, todas as áreas com possibilidade de vítimas ou veículos foram verificadas nessa sexta-feira (2), onde foram feitas buscas com cães e equipes treinadas. Não foram encontradas novas vítimas ou veículos. A operação de resgate começou na segunda-feira e está perto de completar 96 horas.


Demais rodovias

Além da BR-376, no Paraná, há outras rodovias federais em Santa Catarina com interdições por conta das chuvas.

  • BR-101 com trânsito em meia pista para caminhões/ônibus no km 166 (Tijucas)

  • BR-282 bloqueada de Águas Mornas a Rancho Queimado

  • BR-282 com pare/siga para veículos leves no km 22 (Santo Amaro da Imperatriz)

  • BR-280 interditada na Serra de Corupá

  • BR-101 em Palhoça, sentido Porto Alegre, km 232 – faixa da esquerda liberada

  • BR-116, km 57, sentido São Paulo

  • BR-277, km 42, ambos os sentidos (parcial)

BR-101 em Tijucas (SC)


De acordo com a PRF, devido ao alagamento no km 166 da BR-101, em Tijucas (SC), o tráfego está precário na região. Caminhões e ônibus conseguem passar somente por uma faixa em cada sentido. Na pista Sul, fila com 11 km de extensão. Na Norte, já são mais de 20 km de congestionamento.


Segundo a concessionária responsável pela via, a faixa direita está interditada no km 166,3 em Tijucas, sentido Porto Alegre, devido ao alagamento.

Fonte: ND+ e estradas.com.br

VEJA TAMBÉM

bottom of page