top of page

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Agronegócio gaúcho exportou US$ 15,6 bilhões em 2022

O agronegócio gaúcho atingiu US$ 15,6 bilhões nas exportações acumuladas entre janeiro e dezembro de 2022. O resultado representa um aumento de 3% em relação ao mesmo período de 2021. Em volume, o total comercializado foi de 21,5 milhões de toneladas. Queda de 16% na comparação entre o ano passado e o anterior. Os dados estão no Relatório de Comércio Exterior do Agronegócio do RS, divulgado pela Farsul nesta terça-feira (17/1).


Em dezembro de 2022, o agronegócio foi responsável por US$ $ 1,37 bilhão, dos US$ 1,9 bilhão exportados pelo estado, o equivalente a 72%. Em volume, o percentual foi de 90% do total comercializado pelo Rio Grande do Sul. Em valor, o resultado do último mês do ano é 14% superior ao de dezembro de 2021. Já em volume houve redução de 2,1 milhões de toneladas para 1,8 milhão de toneladas. Na comparação entre novembro e dezembro de 2022, houve queda de 1% no valor e aumento de 14% no volume exportados.


A Assessoria Econômica da Farsul destaca que a queda nas exportações de soja em grãos é equivalente às perdas na produção em resultado da estiagem, indicando que neste tipo de situação o mercado interno é privilegiado, a redução é no mercado externo. Carnes bovinas tiveram vendas expressivas. Houve queda nos preços do mercado interno pelo aumento das escalas. A produção de frango também teve desempenho excelente, gerando boa expetativa mercadológica para o próximo ciclo em razão da gripe aviária em outros países. Já a carne suína teve sua crie refletida no mercado externo.


O bom desempenho das exportações do arroz garantiu preços acima dos custos de produção, levando a um patamar acima do início do ano. A novidade em 2022 foi o trigo que chegou próximo a US$ bilhão em vendas externas, quase o dobro do arroz que é mais tradicional e estabelecido. O resultado, aponta a Assessoria Econômica da Farsul, indica haver potencial para o cereal.

"Destacamos o nosso programa voltado para este setor, o Duas Safras, que vêm estimulando a produção de Trigo no RS. Sempre defendemos que existe um grande mercado externo para o Trigo gaúcho e estes resultados são a prova", descreve o relatório.

Nas importações, o grupo Adubos (fertilizantes) e seus ingredientes passou de US$ 301 milhões em dezembro de 2021 para US$ 90 milhões em dezembro 2022. Em volume, a retração foi de 528 mil toneladas para 181 mil toneladas. Representando uma queda de 70% no valo e 6% no volume. Na comparação com novembro de 2022, as quedas foram de 62% e 5% respectivamente.


As exportações para a Ásia (sem Oriente Médio) totalizaram US$ 668 milhões e 872 mil toneladas. A Europa atingiu US$ 289 milhões, sendo US$ 203 milhões para a União Europeia. Em seguida temos o Oriente Médio com US$ 186 milhões, América do Norte com US$ 93 milhões, América do Sul com US$ 85 milhões, África com US$ 100 milhões, Oceania com US$ 3 milhões e América central e caribe com US$ 30 milhões.


Quanto aos países, a China aparece em primeiro lugar com US$ 403 milhões e participação de 29% no valor. Em segundo lugar temos os Estados Unidos com 5,6%, Índia com 5,3%, Arábia Saudita com 5,3% e Indonésia com 4,6%.

Fonte: Imprensa Farsul


Comments


VEJA TAMBÉM

bottom of page