ÚLTIMAS NOTÍCIAS

1/1

Agroindústria em Sertão é inaugurada e mantém tradição familiar


A inauguração da agroindústria Tradição Embutidos & Defumados, localizada na comunidade Engenheiro Luiz Englert, em Sertão, na sexta-feira (08/04), reuniu familiares, lideranças e consumidores. Os jovens Guilherme Graeff Perin e Eduardo Pavão, que são primos, se uniram para dar prosseguimento à tradição familiar de produção de embutidos, iniciada há décadas pelo avô Leovaldo Graeff. A ideia da agroindústria surgiu pelo sucesso dos embutidos, baseados na receita do avô, contaram. Quatro pessoas da família estão envolvidas com a produção e comercialização.


Na solenidade, Perin e Pavão contaram um pouco da história familiar e como surgiu o sonho de investir numa agroindústria e seguir a tradição. Eles agradeceram o apoio da família, da Prefeitura, da Emater/RS-Ascar e da Inspeção Municipal.

“Agradecemos a todos que nos ajudaram a viabilizar este sonho”, disse Pavão.

Entre os produtos processados pela agroindústria estão salame, três tipos de linguiças (suína, suína com queijo e outra com cordeiro), morcilha, torresmo, copa e banha, num total de 400 quilos de produtos semanais. Acreditamos que nos próximos 60 dias chegaremos a 600 quilos por semana, prevê Perin. Segundo ele, a maior parte da produção é comercializada no próprio município de Sertão, na Feira Municipal, e também nos municípios de Passo Fundo e Coxilha.


Os avós paternos de Guilherme, Adelino Perin, de 92 anos, e Orfila Perin, de 88 anos, viajaram de Porto de Mauá, a 400 quilômetros, para prestigiar a solenidade de inauguração da Agroindústria Tradição. O ato de inauguração também foi acompanhado pelo prefeito Edson Luiz Rossato, pelo vice-prefeito Valmir Bocalon, pelo presidente da Câmara de Vereadores, Zenir de Gregori, pelo representante da Cresol, Jandir José Soccol, pela equipe de extensionistas da Emater/RS-Ascar, Carlos Angonese, responsável regional na área de agroindústrias, e a equipe municipal, integrada por Edgar Frank, Gilmar Godoy Boeira e Sandra Bressan Gayger.


O prefeito parabenizou a família, pela confiança nos jovens, e o empreendedorismo dos jovens.

“É muito importante manter esta tradição”, observou. Também ressaltou a parceria com a Emater/RS-Ascar. “A Emater é um braço da prefeitura e tem nos ajudado muito”, disse o prefeito, ao falar das parcerias. “Parabéns a todos pelo empreendimento”.

O extensionista e engenheiro agrônomo da Emater/RS-Ascar, Carlos Angonese, responsável na região pelo Programa Estadual de Agroindústria Familiar (Peaf), salienta que essa atividade é importante para a economia de pequenos municípios, pois possibilita geração renda e emprego e potencializa


a economia local. Também parabenizou os jovens Eduardo e Guilherme por estarem à frente deste empreendimento, com apoio da família e por manterem a tradição familiar.

“A Emater é uma ferramenta de apoio ao desenvolvimento rural. E atuamos juntos com os parceiros nesse sentido”, complementou.

A Emater/RS-Ascar, vinculada à Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr) foi responsável pelo projeto e assistência técnica. A agroindústria Tradição está cadastrada no Programa Estadual de Agroindústria Familiar (Peaf), aguardando o processo de inclusão. O próximo passo é o buscar o selo Sistema Unificado Estadual de Sanidade Agroindustrial de Pequeno Porte (Susaf), visando ampliar os limites de comercialização assim que cair o decreto de calamidade, por conta da pandemia, o qual hoje permite a comercialização além do município apenas com o selo do Serviço de Inspeção Municipal (SIM).


Fonte: Imprensa da Emater/RS-Ascar – Regional de Erechim

VEJA TAMBÉM