top of page

FAÇA SUA BUSCA PELO SITE

8603 itens encontrados

  • Sancionado projeto de lei que regulamenta o Programa Mobilidade Verde e Inovação e inclui "taxa das blusinhas"

    Novo imposto de 20% sobre compras internacionais de até US$ 50 será vigente a partir de 1º de agosto O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, sancionou nesta quinta-feira (27) o projeto de lei que regulamenta o Programa Mobilidade Verde e Inovação (Mover). A medida inclui a chamada "taxa das blusinhas", que impõe um imposto de importação de 20% sobre compras internacionais de até US$ 50. A sanção ocorreu durante a 3ª Reunião Plenária do Conselho de Desenvolvimento Econômico Social Sustentável (CDESS), também conhecido como Conselhão. O evento contou com a participação do vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin, e dos ministros da Fazenda, Fernando Haddad, e das Relações Institucionais, Alexandre Padilha. Em declaração aos jornalistas, Padilha informou que o governo enviará uma Medida Provisória (MP) nesta sexta-feira (28) para assegurar a vigência do novo imposto a partir de 1º de agosto, afirmando haver "total compreensão" com o Congresso Nacional sobre a data estabelecida. Além da "taxa das blusinhas", a sanção mantém as regras atuais de isenção de imposto de importação para medicamentos comprados por pessoas físicas e que custem até US$ 10 mil, desde que cumpram os requisitos estabelecidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). No entanto, o projeto não foi sancionado integralmente. Houve o veto à redução da alíquota de importação de autopeças produzidas no Brasil. A proposta do Mover, aprovada pela Câmara dos Deputados no dia 11 de junho, exclui a exigência de conteúdo local para exploração de petróleo e os incentivos para bicicletas elétricas, decisões que foram mantidas pelo relator do projeto, deputado Átila Lira (PP-PI). A aprovação do novo imposto de importação, que afeta produtos de sites asiáticos como Shein e Shopee, resultou de um acordo entre o Congresso e o governo federal. A alíquota de 20% sobre o e-commerce estrangeiro substitui a ideia inicial de aplicar uma cobrança de 60% sobre mercadorias de até US$ 50. A alíquota de 60% permanece para produtos mais caros, com um desconto de US$ 20 nas compras entre US$ 50 e US$ 3 mil. A medida responde a uma demanda do setor varejista nacional, que considera desleal a competição com empresas estrangeiras beneficiadas pela isenção. O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), apoiou a medida, enquanto o PT demonstrava receio quanto ao impacto negativo na popularidade de Lula. Apesar da sanção, Lula manifestou-se contrário ao imposto. Em entrevista à Rádio CBN no dia 18, o presidente questionou a taxação de US$ 50, argumentando que a medida penaliza as pessoas mais humildes, enquanto as compras em free shops, que podem ultrapassar mil dólares, não são taxadas da mesma forma. "É uma questão de consideração com o povo mais humilde", afirmou, destacando sua discordância pessoal em relação à proposta.

  • Getúlio Vargas gera 20 empregos formais em maio, superando desempenho do ano anterior

    Saldo positivo reflete aumento nas admissões em relação ao mesmo período de 2023 Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta quinta-feira (27) pelo Ministério do Trabalho, mostram que o município de Getúlio Vargas gerou 20 empregos formais em maio. Esse resultado é fruto do saldo entre 149 admissões e 129 desligamentos, superando o desempenho do mesmo mês de 2023, quando foram gerados 12 empregos. No acumulado do ano, o saldo é positivo com 103 empregos gerados, resultado de 808 admissões e 705 desligamentos. Brasil Em âmbito nacional, o Brasil abriu 131.811 vagas formais de trabalho em maio, conforme os dados do Caged. Esse número ficou abaixo da projeção do consenso LSEG de analistas, que previa a criação de 200 mil vagas no mês. O saldo positivo de maio resultou de 2,116 milhões de admissões e 1,984 milhão de desligamentos. O estoque total de vínculos celetistas ativos no país alcançou 46,606 milhões em maio, representando uma variação de +0,28% em relação ao mês anterior. Nos primeiros cinco meses do ano, o saldo de empregos é positivo, com 1,088 milhão de empregos gerados, decorrentes de 11,038 milhões de admissões e 9,949 milhões de desligamentos. Nos últimos 12 meses, o saldo é de 1,674 milhão de empregos. Setores com saldos positivos Em maio, todos os cinco grandes grupos de atividades registraram saldos positivos: Serviços: +69.309 postos Agropecuária: +19.836 postos Indústria: +18.145 postos, com destaque para a Indústria de Transformação (+14.277 postos) Construção: +18.149 postos Comércio: +6.375 postos

  • Congresso prorroga medida provisória que autoriza importação de arroz pelo Conab por 60 dias

    Decisão ocorre em meio à apresentação de proposta alternativa por orizicultores gaúchos e após anulação de leilão por suspeitas de irregularidades O presidente do Congresso, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), prorrogou por 60 dias a medida provisória (MP) nº 1.217, que autoriza a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) a importar arroz beneficiado ou em casca. A medida visa enfrentar as consequências sociais e econômicas dos eventos climáticos extremos no Rio Grande do Sul. O ato foi publicado no Diário Oficial da União desta quinta-feira (27). No mesmo dia, os orizicultores gaúchos apresentaram uma proposta alternativa à importação de até um milhão de toneladas do grão do exterior. A sugestão, liderada pelo presidente da Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz), Alexandre Velho, será discutida em reunião virtual com o governo federal. A proposta busca garantir um preço acessível do arroz para a população economicamente vulnerável. Um primeiro leilão para a aquisição de arroz foi realizado no dia 6 de junho, comercializando 263 mil toneladas do cereal. No entanto, o governo federal anulou o arremate cinco dias depois devido a suspeitas de irregularidades. Além da anulação, houve a exoneração do secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura e Pecuária, Neri Geller, e do diretor de Operações e Abastecimento da Conab, Thiago José dos Santos. A prorrogação da MP e a apresentação da proposta alternativa pelos orizicultores ocorrem em um contexto de busca por soluções que assegurem o abastecimento de arroz no estado, afetado por eventos climáticos adversos, ao mesmo tempo que atendem às necessidades da população mais vulnerável.

  • AMAU realiza Assembleia Geral Ordinária em Marcelino Ramos com foco em demandas para Marcha à Brasília

    Reunião discutiu principais temas para a reconstrução dos municípios do RS com presença de autoridades e prefeitos locais A Associação dos Municípios do Alto Uruguai (AMAU) realizou uma Assembleia Geral Ordinária na quarta-feira (26), no Seminário Nossa Senhora da Salette, em Marcelino Ramos. A reunião foi presidida por Leandro Puton, prefeito de Gaurama e presidente da AMAU. Na abertura do encontro, o prefeito de Marcelino Ramos, Vannei Mafissoni, deu as boas-vindas aos participantes. O principal tema abordado foi o recebimento de demandas, definições e sugestões dos prefeitos para a Marcha à Brasília pela Reconstrução dos Municípios do Rio Grande do Sul, que ocorrerá nos dias 2 e 3 de julho. A assembleia contou com a presença do secretário estadual de Agricultura, Pecuária, Produção Sustentável e Irrigação, Clair Kuhn, acompanhado por Fernanda Tacca Angonese, gerente do Escritório Regional da Emater/RS-Ascar de Erechim. Kuhn apresentou as ações do Estado no setor e recebeu demandas específicas da região do Alto Uruguai. Durante a reunião, o prefeito de Cruzaltense, Joarez Sandri, destacou a necessidade de maior flexibilidade no uso de recursos repassados pela Defesa Civil para reconstrução de infraestrutura danificada por desastres naturais. Sandri enfatizou que “quando perdemos pontes, pontilhões, bueiros que a água levou embora, gostaríamos de reconstruir com concreto, com melhor qualidade, para evitar problemas futuros. Mas o fundo a fundo nos permite a reconstrução igual às de antes, que eram em madeira. São recursos públicos jogados fora. Precisamos flexibilizar o uso destes recursos, também em outras situações, com recuperação de estradas. Essa facilitação seria importante, em função do ICMS que os municípios estão perdendo”. O prefeito de Jacutinga, Beto Bordin, ressaltou a importância de um esforço conjunto entre os 497 municípios gaúchos durante a Marcha à Brasília para buscar alternativas para a reconstrução do Rio Grande do Sul. Bordin mencionou que “temos que registrar o esforço do Governo Federal, mas ter em vista que são medidas paliativas. Esses recursos são da compensação das perdas do ICMS da época da pandemia. O que precisamos agora é um socorro e compensação no repasse desde maio, quando ocorreram as enchentes no RS. Precisamos do apoio total da Bancada Gaúcha, já que os deputados estaduais confirmaram que estarão presentes e também o governador Eduardo Leite, para que a União receba nossas demandas e acelere na liberação de recursos, devolvendo um pouco do que o RS contribui”. Mauricio Soligo, prefeito de Getúlio Vargas, também se pronunciou durante a assembleia, solicitando ao secretário de Agricultura a agilização da entrega de máquinas provenientes de emendas parlamentares e a continuidade do incentivo e alocação de recursos para perfurações e construções de redes de poços artesianos no interior, visando amenizar a falta de água em períodos de estiagem. Soligo destacou a importância de solicitar ao Governo Federal a anistia da dívida do RS ou, alternativamente, a destinação de recursos nos moldes da pandemia para compensar as perdas das transferências do ICMS. Leandro Puton, presidente da AMAU, afirmou que a associação busca, através do diálogo e relatos individuais de cada prefeito, unificar ações em defesa dos municípios. Puton destacou que “a presença do secretário de agricultura do Estado, Clair Kuhn, ampliou o debate e contribuiu para esclarecimentos e encaminhamento de demandas da região”.

  • Ministro do Trabalho estuda reabrir prazo para empresas do RS aderirem ao programa de auxílio a funcionários

    Medida visa evitar demissões e prevê pagamento de duas parcelas de um salário mínimo para trabalhadores de empresas afetadas O ministro do Trabalho e Emprego, Luiz Marinho, anunciou nesta quinta-feira (27) que está avaliando a possibilidade de reabrir o prazo para que empresas do Rio Grande do Sul entrem no programa de auxílio a funcionários, lançado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no início deste mês. A medida prevê o pagamento de duas parcelas de um salário mínimo (R$ 1.412) cada, diretamente ao trabalhador, para empresas que aderirem ao programa. Os funcionários contemplados pelo programa não poderão ser demitidos durante o período de quatro meses. Quando a iniciativa foi lançada, o governo estimou um gasto total de cerca de R$ 1 bilhão. O prazo de adesão original se encerrou nesta quarta-feira (26). “Aparentemente [a adesão] ainda foi insuficiente. As federações, as entidades estão pedindo para a gente prorrogar. É possível que a gente encaminhe o pagamento a quem fez adesão até ontem e postergue para as novas adesões”, declarou Marinho. Segundo o ministro, os trabalhadores das empresas que aderirem ao programa posteriormente também devem receber as duas parcelas do auxílio. Programa de auxílio A primeira parcela do auxílio, destinada a trabalhadores formais, está prevista para ser depositada no dia 8 de julho. Denominado Programa Emergencial de Apoio Financeiro, a medida atende empresas atingidas pela calamidade nos municípios gaúchos. O programa inclui não apenas trabalhadores formais, mas também estagiários, aprendizes, trabalhadores domésticos e pescadores artesanais. Além de não poder demitir, as empresas que aderirem ao programa não podem reduzir os salários dos funcionários. A previsão é que aproximadamente 430 mil profissionais sejam beneficiados pela iniciativa.

  • Curso gratuito de empreendedorismo do programa RS Qualificação ainda dispõe de vagas

    Capacitação é voltada a moradores de Getúlio Vargas com 16 anos ou mais e será realizada no Centro Universitário Ideau O Curso de Empreendedorismo oferecido pelo programa RS Qualificação, fruto de uma parceria entre a Prefeitura de Getúlio Vargas e o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Trabalho e Desenvolvimento Profissional, ainda possui vagas disponíveis. A capacitação é destinada a moradores do município com idade mínima de 16 anos, que desejam aprimorar suas habilidades profissionais. O curso de Empreendedorismo é ideal para aqueles que desejam abrir um MEI (Microempreendedor Individual) ou iniciar seu próprio negócio. Serão oferecidas 40 vagas e a carga horária será de 40 horas. Durante o curso, serão abordados temas como planejamento, gestão, marketing e finanças, preparando os participantes para enfrentarem os desafios do mundo empresarial. Inscrições Os interessados em participar devem efetuar a inscrição pessoalmente na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, localizada no Centro Administrativo, apresentando os seguintes documentos: cópia da Carteira de Trabalho, cópia do RG ou documento equivalente (CNH, carteira profissional), cópia do CPF, comprovante de residência, comprovante de renda (se disponível) e comprovante de escolaridade.

  • Meia Mauricio é negociado pelo Inter e vai jogar no Palmeiras

    Jogador de 22 anos foi anunciado pelo clube paulista nesta quinta-feira (27) O meia Mauricio, de 22 anos, está de saída do Internacional para integrar o elenco do Palmeiras. O jogador foi negociado com o clube paulista e o anúncio oficial ocorreu nesta quinta-feira (27). Inicialmente, a direção do Inter tinha a intenção de vender o meio-campista para o futebol do Exterior. No entanto, o Palmeiras, que já havia demonstrado interesse em uma oportunidade anterior, retomou as negociações e aumentou a proposta, facilitando a conclusão do acordo. Mauricio chegou ao Internacional em novembro de 2020, vindo do Cruzeiro, em uma troca que envolveu o atacante William Pottker. Antes de atuar pela equipe mineira, o jogador passou pelas categorias de base da Desportiva Brasil. Apesar da pouca idade, Mauricio se destacou como o jogador com mais partidas pelo Inter no elenco atual, somando 176 jogos, com 25 gols e 25 assistências. "Foi uma recepção muito boa de todos os funcionários que eu pude conhecer, me sinto muito feliz e orgulhoso de chegar aqui. É uma oportunidade muito boa para mim, é um sonho realizado estar aqui. Ainda mais conhecendo essa estrutura, em um clube gigante como o Palmeiras, que disputa todos os campeonatos para vencer. Isso chama muito a atenção e eu estou muito ansioso também para poder treinar, estar com o grupo e ir para os jogos", afirmou Mauricio durante o anúncio pelo clube paulista.

  • Ideau Feminy enfrenta Celemaster em semifinal da Copa RS no próximo domingo (30)

    A partida será realizada às 15h45 no Ginásio da Unideau, em Getúlio Vargas A semifinal da Copa RS de Futsal Feminino acontecerá no domingo (30), às 15h45, entre Ideau Feminy e Celemaster, de Uruguaiana. O jogo será disputado no Ginásio da Unideau, em Getúlio Vargas-RS. A transmissão ao vivo do evento estará disponível nas redes sociais, com o link sendo divulgado próximo ao horário do confronto. Veja mais informações sobre a competição (https://www.fgfs.org.br/campeonatos.php?cod_competicao=10054#frame) Redes Sociais: Instagram | Facebook,

  • Sertão está entre as melhores cidades do Brasil para se viver, aponta levantamento da Gazeta do Povo

    Pesquisa ranqueia Sertão como a 33ª melhor cidade do Brasil, destacando sua qualidade de vida Sertão foi ranqueada como a 33ª melhor cidade para se viver no Brasil, conforme levantamento da Gazeta do Povo. A pesquisa analisou 21 indicadores em áreas como saúde, educação, segurança e infraestrutura urbana em 5.570 municípios brasileiros. O estudo, que avaliou critérios essenciais para a qualidade de vida, mostrou que a média nacional das notas dos municípios foi de 5,66 pontos, e apenas 169 cidades atingiram notas superiores a 7. São Caetano do Sul (SP) liderou o ranking com 7,77 pontos. Dentre as 100 primeiras cidades no ranking geral, 33 são de São Paulo, 29 de Minas Gerais, 16 do Rio Grande do Sul, nove de Santa Catarina, seis do Paraná, três de Goiás, duas do Rio de Janeiro, uma do Mato Grosso do Sul e uma de Pernambuco. A pesquisa da Gazeta do Povo incluiu 10 categorias diferentes, utilizando um total de 21 indicadores. Alguns indicadores receberam maior peso no cálculo da nota final de cada cidade devido à sua relevância. Esses indicadores foram coletados de fontes oficiais como o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), DataSUS e o Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico). As categorias e indicadores utilizados no ranking foram: Educação (Peso 1,5): IDEB Ensino Fundamental - anos finais (2021) IDEB Ensino Médio (2021) Índice de Analfabetismo (Censo 2022) Vagas de Ensino Superior (Censo da Educação Superior 2022) Taxa de Homicídios (IPEA, 2022) - Peso 1,5 Saúde (Peso 1,5): Número de Leitos Hospitalares (DataSUS, 2024) Mortes Evitáveis (DataSUS, 2024) Número de Médicos (DataSUS, 2024) Economia (Peso 1,5): PIB (Produto Interno Bruto) per capita (IBGE, 2021) População Empregada (Caged, 2024) Infraestrutura (Peso 1,5): Vias Públicas com Pavimentação e Meio-fio na Área Urbana (IBGE, 2021) Domicílios Ligados à Rede de Esgoto (IBGE, 2021) Abastecimento de Água (IBGE, 2021) Aglomerados Subnormais (Favelas) (IBGE, 2021) Domicílios com Coleta de Lixo (IBGE, 2021) Expectativa de Vida (IBGE, 2021) - Peso 1 Mortes no Trânsito (DataSUS, 2022) - Peso 1 Suicídios (IPEA, 2021) - Peso 1 Cultura (Peso 1): Salas de Cinema (Ancine, 2023) Bibliotecas Públicas (Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas, 2023) Famílias em Situação de Rua (Cadastro Único para Programas Sociais, 2023) - Peso 1 O levantamento revelou que São Caetano do Sul (SP) é a melhor cidade para se viver no Brasil, com 7,77 pontos. A cidade se destacou por sua infraestrutura urbana completa, elevada taxa de alfabetização (98,8%) e baixa taxa de homicídios (1,2 por 100.000 habitantes), além de 100% de ruas asfaltadas, 99,99% de domicílios com abastecimento de água e 99,95% com ligação à rede de esgoto. Além de Sertão, outras cidades da região sul que se destacaram incluem Presidente Lucena (RS) em 7º lugar, Joaçaba (SC) em 11º lugar e Jaraguá do Sul (SC) em 34º lugar. A análise também revelou que 33 das 100 melhores cidades são de São Paulo. Abaixo, a lista completa das 100 melhores cidades do Brasil para se viver: São Caetano do Sul (SP) - 7,77 Fernando de Noronha (PE) - 7,73 Jundiaí (SP) - 7,62 Guaxupé (MG) - 7,59 Adamantina (SP) - 7,47 Extrema (MG) - 7,47 Presidente Lucena (RS) - 7,46 Alumínio (SP) - 7,45 Arabutã (SC) - 7,43 Jaci (SP) - 7,41 Joaçaba (SC) - 7,39 Araraquara (SP) - 7,37 Chiapetta (RS) - 7,37 Comendador Gomes (MG) - 7,35 Estrela do Indaiá (MG) - 7,35 Miraselva (PR) - 7,35 Luz (MG) - 7,34 Jaguariúna (SP) - 7,33 Cornélio Procópio (PR) - 7,33 Saldanha Marinho (RS) - 7,33 Pirajuba (MG) - 7,33 Pains (MG) - 7,32 Capitólio (MG) - 7,32 Santa Juliana (MG) - 7,31 Rio das Flores (RJ) - 7,3 Limeira (SP) - 7,3 Lavras (MG) - 7,3 Ouro Fino (MG) - 7,29 Catanduva (SP) - 7,28 Varginha (MG) - 7,27 Florestal (MG) - 7,27 Selbach (RS) - 7,27 Sertão (RS) - 7,26 Jaraguá do Sul (SC) - 7,26 Sales Oliveira (SP) - 7,26 Bragança Paulista (SP) - 7,26 Itajubá (MG) - 7,26 Uberlândia (MG) - 7,26 Cambuí (MG) - 7,26 Bonfinópolis de Minas (MG) - 7,24 Ilha Solteira (SP) - 7,24 Brusque (SC) - 7,23 Kaloré (PR) - 7,23 São José do Rio Pardo (SP) - 7,22 Viadutos (RS) - 7,22 Frederico Westphalen (RS) - 7,21 Tombos (MG) - 7,21 Cocal do Sul (SC) - 7,21 João Monlevade (MG) - 7,2 Pinhal Grande (RS) - 7,2 Carmo (RJ) - 7,2 Capivari (SP) - 7,2 Dom Silvério (MG) - 7,2 Pompéia (SP) - 7,2 Holambra (SP) - 7,2 Severiano de Almeida (RS) - 7,19 Monções (SP) - 7,19 Nova Bréscia (RS) - 7,19 Paim Filho (RS) - 7,19 Rio do Sul (SC) - 7,19 Perolândia (GO) - 7,19 Fagundes Varela (RS) - 7,19 Porteirão (GO) - 7,18 Lagamar (MG) - 7,18 Maringá (PR) - 7,18 Botucatu (SP) - 7,18 São Sebastião do Rio Verde (MG) - 7,18 Ceres (GO) - 7,17 Bauru (SP) - 7,17 Borborema (SP) - 7,17 Taubaté (SP) - 7,17 Sorocaba (SP) - 7,17 Ouro Branco (MG) - 7,17 Itapuí (SP) - 7,16 Alcinópolis (MS) - 7,16 Santa Rita do Sapucaí (MG) - 7,16 Iomerê (SC) - 7,16 Indaiatuba (SP) - 7,15 Arapuá (MG) - 7,15 Neves Paulista (SP) - 7,15 Campos Altos (MG) - 7,15 Pato Branco (PR) - 7,15 Indianópolis (PR) - 7,15 Presidente Prudente (SP) - 7,15 Jales (SP) - 7,15 Gentil (RS) - 7,14 Muçum (RS) - 7,14 Urupês (SP) - 7,14 Inconfidentes (MG) - 7,14 Laranjal (MG) - 7,14 Arceburgo (MG) - 7,14 Ribeirão Preto (SP) - 7,13 Lençóis Paulista (SP) - 7,13 Tupã (SP) - 7,13 São José dos Campos (SP) - 7,13 Lajeado (RS) - 7,12 Getulina (SP) - 7,12 Vargeão (SC) - 7,12 Alto Feliz (RS) - 7,12 Witmarsum (SC) - 7,12 Além de Sertão, a pesquisa também destacou outras cidades da microregião, como Getúlio Vargas, que ficou na 163ª posição com nota 7,01; Estação, em 1312º lugar com 6,29 pontos; e Erebango, em 2396º lugar com 5,83 pontos. Ipiranga do Sul também se destacou na 304ª posição com 6,86 pontos.

  • CTG Tropilha Crioula realiza 2º Arraiá com lançamento de curta-metragem e inauguração de museu histórico

    Evento acontecerá no sábado, 29 de junho, e contará com diversas atividades tradicionais Neste sábado, 29 de junho, o CTG Tropilha Crioula de Getúlio Vargas promoverá o 2º Arraiá do Tropilha. A programação começa às 14h30, no CTG Tropilha Crioula, e inclui o lançamento do curta-metragem "CTG Tropilha Crioula Registro Histórico" e a inauguração do museu "Honrando Nossa Tradição". O evento é financiado pela Lei Paulo Gustavo e conta com o apoio do Ministério da Cultura e da Prefeitura Municipal de Getúlio Vargas. Atividades e atrações Durante a festa junina, haverá uma série de atividades típicas como comidas e bebidas tradicionais, apresentações artísticas, casamento caipira, bingo e um bailinho. Às 18h, será acesa a tradicional fogueira. A programação é aberta ao público e visa a integração entre as invernadas do CTG e a comunidade. Lançamento do curta-metragem O curta-metragem, com duração de 15 minutos, será exibido às 15h30 e tem como objetivo o resgate histórico do CTG Tropilha Crioula, que completou 67 anos. O filme retrata a trajetória da entidade, destacando momentos significativos e as dificuldades enfrentadas ao longo dos anos para manter as tradições gaúchas vivas. Inauguração do museu "Honrando Nossa Tradição" Após a exibição do curta-metragem, será inaugurado o museu "Honrando Nossa Tradição", que reunirá fotografias, objetos históricos e troféus que contam a história do CTG Tropilha Crioula e das tradições gaúchas. A comunidade foi convidada a doar itens relacionados ao tradicionalismo para compor o acervo do museu. Detalhes do evento Data: Sábado, 29 de junho Horário: Início às 14h30 Local: CTG Tropilha Crioula, Getúlio Vargas Atividades: Comidas típicas, apresentações artísticas, casamento caipira, bingo, bailinho e fogueira às 18h Veronice Maito Haubert, patroa do CTG Tropilha Crioula, destaca a importância do evento para a comunidade e a preservação das tradições gaúchas. "Estamos muito felizes em realizar este evento que celebra a nossa cultura e história. Convidamos todos a participarem e aproveitarem este dia especial conosco", afirmou Veronice durante entrevista na Rádio Sideral. Ouça a entrevista na íntegra:

  • Brasileirão 12ª rodada: Grêmio empata, Inter perde e Juventude vence nesta quarta-feira (26)

    Gaúchos entraram em campo em busca de diferentes objetivos na tabela de classificação do Campeonato O Internacional sofreu uma derrota por 2 a 1 para o Atlético-MG em Santa Catarina, no que provavelmente foi o último jogo como mandante fora do Beira-Rio. Com o resultado, o time de Eduardo Coudet não conseguiu entrar no G-6 do Brasileirão e caiu para a oitava posição, com 17 pontos. A diferença para o Athletico-PR, primeiro na zona de classificação à Libertadores, é de dois pontos. No domingo (3), o Inter retorna ao Estádio Heriberto Hülse, mas como visitante, para enfrentar o Criciúma. Em seguida, a equipe encara o Fluminense no Rio de Janeiro antes do provável retorno ao Beira-Rio no dia 7 de julho, contra o Vasco. Público: 7.791 (7.122 pagantes) Renda: R$ 372.720,00 Local: Estádio Heriberto Hülse, Criciúma (SC) Próximo jogo: Data: Domingo, 30/6 – 18h30 Partida: Criciúma x Inter Local: Estádio Heriberto Hülse, Criciúma – Brasileirão (13ª rodada) Grêmio empata com Atlético-GO e interrompe sequência de derrotas Na véspera do retorno ao Rio Grande do Sul, o Grêmio conseguiu evitar uma nova derrota ao empatar em 1 a 1 com o Atlético-GO. Reinaldo marcou o gol do empate, interrompendo a sequência de seis derrotas consecutivas. Com sete pontos em 10 jogos, o Tricolor ainda corre risco de terminar a rodada na lanterna e precisa torcer para que o Fluminense não vença o Vitória. Renato Portaluppi surpreendeu na escalação, optando por Galdino e JP Galvão como titulares, e substituindo Geromel por Kannemann na defesa. Após cumprir suspensão, Pepê retornou ao time. Agora, o Grêmio retorna ao Rio Grande do Sul e terá seus jogos como mandante no Estádio Centenário, em Caxias do Sul, buscando se afastar da zona de rebaixamento. Público e renda: não divulgados Local: Estádio Antônio Accioly, em Goiânia Próximo jogo: Data: Domingo, 30/6 — 16h Partida: Grêmio x Fluminense Local: Estádio Centenário, Caxias do Sul – Brasileirão (13ª rodada) Juventude vence Flamengo de virada no Alfredo Jaconi e sobe na tabela Em uma noite especial no Alfredo Jaconi, o Juventude venceu o Flamengo por 2 a 1, de virada. Pedro abriu o placar para os cariocas, mas Lucas Barbosa e Mandaca garantiram a vitória do time alviverde. Com o resultado, o Juventude soma 16 pontos e ocupa temporariamente a 11ª colocação no Brasileirão. Na próxima rodada, o Juventude enfrentará o Fortaleza no domingo, às 16h, no Castelão. Próximo jogo: Data: Domingo, 30/6 – 16h Partida: Fortaleza x Juventude Local: Castelão – Brasileirão (13ª rodada)

  • UFFS Campus Erechim abre inscrições para disciplinas isoladas de mestrado e doutorado no segundo semestre de 2024

    Interessados podem se inscrever até 8 de julho em programas de pós-graduação nas áreas de ciência e tecnologia ambiental, ciências humanas e educação A Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) Campus Erechim está com inscrições abertas para admissão de alunos em disciplinas isoladas dos programas de mestrado e doutorado. As vagas são destinadas aos Programas de Pós-graduação em Ciência e Tecnologia Ambiental (PPGCTA), Interdisciplinar em Ciências Humanas (PPGICH) e Profissional em Educação (PPGPE) para o segundo semestre de 2024. Podem se inscrever no processo seletivo interessados que tenham concluído um curso de nível superior, que estejam cursando o último semestre da graduação, ou que sejam alunos regularmente matriculados em curso de pós-graduação stricto sensu de outra instituição. Disciplinas ofertadas PPGCTA (Mestrado e Doutorado): Tópicos I - Ciências Ambientais e Serviços Ecossistêmicos Geotecnia Ambiental aplicada ao uso de resíduo Sistemas agroflorestais Produção sustentável em Fruticultura e manejo de pomares PPGICH (Mestrado): Seminários Avançados – Escrita e Subjetivação Seminários Avançados - Corpo: entre o social e o biológico Seminários Avançados - Estudos Interdisciplinares em Educação e Estratificação Social Seminários Avançados – Estudos de Gênero e Sexualidade PPGPE (Mestrado): Educação, Subjetividades e Cotidianidade Educação, Cultura e Sociedade Fundamentos da Educação Integral em Jornada Ampliada Os dias e horários de cada disciplina estão disponíveis no edital do processo seletivo, que deve ser lido por todos os candidatos: Edital UFFS. Inscrições As inscrições devem ser realizadas entre os dias 17 de junho e 8 de julho, exclusivamente pelo formulário eletrônico indicado no edital, onde também consta a lista de documentos necessários para a inscrição. Mais informações podem ser obtidas no site de cada programa: UFFS Pós-graduação.

  • Prazo para pagamento do IPVA 2024 termina nesta sexta-feira no Rio Grande do Sul

    Unificação das parcelas de abril, maio e junho foi motivada pela situação de calamidade pública enfrentada pelo Estado Termina nesta sexta-feira (28) o prazo para pagamento do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) de 2024 no Rio Grande do Sul, relativo a todos os finais de placa e às três últimas parcelas para os contribuintes que optaram pelo parcelamento. O governo do Estado, através da Receita Estadual, anunciou no início de junho a unificação das parcelas restantes (abril, maio e junho) para quitação até 28 de junho, conforme publicado no Decreto 57.367/2024. Este decreto também alterou o prazo para pagamento à vista do IPVA, tradicionalmente até o último dia útil de abril, para o último dia útil de junho. As mudanças nos prazos de pagamento foram motivadas pela situação de calamidade pública enfrentada pelo Estado, que dificultou a quitação das obrigações fiscais. O objetivo é auxiliar os contribuintes a manterem suas contas em dia. O sistema informatizado de pagamento do IPVA voltou a funcionar em 27 de maio, após ficar fora do ar por mais de 20 dias. Devolução do IPVA para veículos com perda total Os proprietários de veículos que sofreram perda total devido às enchentes registradas no RS podem solicitar a devolução de parte do IPVA 2024. Descontos disponíveis Até a data de vencimento, os motoristas podem aproveitar os descontos dos programas Bom Motorista e Bom Cidadão, que podem reduzir o valor do tributo em até 20%. O Bom Motorista oferece um desconto de até 15% para aqueles que não cometeram infrações de trânsito nos últimos três anos. O programa Bom Cidadão concede um desconto de 5% para quem acumular, no mínimo, 150 notas fiscais com CPF emitidas entre 1º de novembro de 2022 e 30 de outubro de 2023. Penalidades pelo atraso no pagamento O atraso no pagamento do IPVA resulta em multa de 0,334% ao dia, até o limite de 20%, além de juros. Após dois meses de inadimplência, há a possibilidade de inscrição do contribuinte em Dívida Ativa. Além do aumento no custo para quitação do imposto, o motorista que perder o prazo pode ter o veículo apreendido e arcar com custos de multa, serviços de guincho e depósito do DetranRS caso seja flagrado em circulação.

  • Primeiro embarque de carne suína do RS para Filipinas parte de frigoríficos Alibem

    Exportação destaca excelência sanitária do estado e abre novos mercados para produtos gaúchos Nesta terça-feira (25/6), ocorreu o primeiro embarque de carne suína do Rio Grande do Sul com destino às Filipinas. O produto provém dos frigoríficos da empresa Alibem, localizados em Santo Ângelo e Santa Rosa, e que possui frigorífico em Estação. “Esse é mais um avanço do Rio Grande do Sul para a abertura de novos mercados aos produtos gaúchos. Mostra a excelência da defesa sanitária animal do Estado, com protocolos que garantem a segurança alimentar e fazem nossa proteína animal chegar a outros países”, afirma o secretário da Agricultura, Pecuária, Produção Sustentável e Irrigação, Clair Kuhn. Segundo o presidente do Fundo de Desenvolvimento e Defesa Sanitária Animal do RS, Rogério Kerber, as Filipinas são um importante mercado da carne suína brasileira. Ele acredita que o país deverá se tornar o segundo maior comprador em 2024, atrás apenas da China. Em 2023, as Filipinas foram o terceiro maior mercado, com mais de 126 mil toneladas de carne suína exportada. “Trata-se de uma vitória que foi possível após a conquista do status de área livre de febre aftosa sem vacinação. Considerando aves e suínos, as duas proteínas aprovadas para exportação do Estado para as Filipinas, o volume em 2023 foi de 394 mil toneladas”, detalha Kerber. Em março deste ano, as autoridades filipinas reconheceram a equivalência dos sistemas de inspeção sanitária, especificamente para as exportações brasileiras de carnes bovina, suína e de aves. O Departamento de Agricultura e Inspeção das Filipinas concedeu ao Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) a autorização para certificar e habilitar estabelecimentos auditados pela missão de inspeção do país asiático, num modelo conhecido como "system accreditation". O acordo, válido por três anos, permite a habilitação de outras unidades produtivas que atendam aos requisitos estabelecidos. Em dezembro de 2023, o Rio Grande do Sul fez parte do roteiro da missão das Filipinas que avaliou o sistema de defesa sanitária brasileiro e culminou na conquista do "system accreditation". Os técnicos estrangeiros visitaram a sede da Secretaria da Agricultura, Pecuária, Produção Sustentável e Irrigação (Seapi) e o posto de controle de divisa do Mapa em Uruguaiana, além de vistoriar uma granja de aves na Serra e uma criação de suínos no Noroeste do Estado. “O líder da missão ficou bastante satisfeito com o que apresentamos. Recebemos o grupo filipino em dezembro e em março deste ano já tivemos o reconhecimento da equivalência dos serviços de inspeção, o que foi bastante rápido”, destaca a diretora do Departamento de Vigilância e Defesa Sanitária Animal da Seapi, Rosane Collares. Desde 2023, o Rio Grande do Sul já recebeu 12 missões internacionais interessadas em conhecer o sistema de vigilância e defesa sanitária animal do Estado.

  • Supremo Tribunal Federal define porte de maconha para uso pessoal em até 40 gramas ou seis plantas fêmeas

    Decisão descriminaliza o porte de cannabis para consumo pessoal e estabelece medidas educativas e de advertência O Supremo Tribunal Federal (STF) definiu, nesta quarta-feira (26), que o porte de até 40 gramas de maconha ou a posse de até seis plantas fêmeas configura uso individual, até que o Congresso Nacional legisle sobre o tema. Na terça-feira (25), a Corte decidiu descriminalizar o porte do entorpecente para consumo pessoal, com repercussão geral, significando que a decisão deve ser aplicada por outros tribunais em casos semelhantes. Os ministros fixaram a tese de que "não comete infração penal quem adquirir, guardar, tiver em depósito, transportar ou trouxer consigo, para consumo pessoal, a substância cannabis sativa". A decisão inclui a apreensão da droga e a aplicação de sanções como advertência sobre os efeitos do uso e a medida educativa de comparecimento a programas ou cursos educativos, conforme o Art. 28 da Lei 11.343/2006. As sanções aplicadas serão de natureza não penal, sem repercussões criminais, incluindo advertências sobre os efeitos das drogas e prestação de serviços comunitários. A autoridade policial deverá apreender a substância e notificar o autor do fato para comparecer em juízos criminais, sem a necessidade de prisão em flagrante ou termo circunstanciado. A análise do STF considerou a constitucionalidade do Artigo 28 da Lei das Drogas, que diferencia usuários de traficantes e prevê penas alternativas como serviços comunitários, advertências e participação em cursos educativos para quem adquire, transporta ou porta drogas para uso pessoal.

  • Programa Nota Fiscal Gaúcha realiza sorteio de junho com premiação total de R$ 200 mil

    Rodada inclui prêmio principal de R$ 50 mil e outros prêmios para consumidores inscritos no NFG O sorteio de junho do Programa Nota Fiscal Gaúcha (NFG) será realizado nesta quinta-feira (27/6), com uma distribuição total de R$ 200 mil em prêmios. O vencedor do prêmio principal receberá R$ 50 mil, enquanto outros prêmios de R$ 5 mil (10 prêmios) e R$ 1 mil (100 prêmios) serão distribuídos entre os sorteados. Participam do sorteio os consumidores inscritos no NFG que solicitaram a inclusão do número de CPF na nota fiscal durante o mês de maio de 2024. Mais de 61 milhões de bilhetes estão na disputa. Os vencedores podem verificar se foram contemplados acessando seu login no site do NFG ou pelo aplicativo, onde é necessário informar CPF e senha. Os prêmios devem ser resgatados em até 90 dias a partir da homologação do sorteio. Com mais de 3,7 milhões de pessoas cadastradas, o NFG acumula pontos sempre que o consumidor pede a inclusão do CPF no documento fiscal durante compras no varejo. Além dos sorteios mensais de prêmios em dinheiro, o programa também distribui recursos para entidades nas áreas de saúde, educação, assistência social e proteção animal. Outras vantagens do Nota Fiscal Gaúcha Além da premiação mensal, há o sorteio instantâneo "Receita da Sorte", que distribui diariamente 2.603 prêmios: três de R$ 500, cem de R$ 50, mil de R$ 10 e 1,5 mil de R$ 5. Para participar, o consumidor deve solicitar a nota fiscal com CPF e, no mesmo dia, acessar a aba Receita da Sorte no site ou aplicativo do NFG para clicar na nota fiscal ou ler o QR Code. O resultado é imediato. Outra vantagem é a possibilidade de redução do valor do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) por meio do desconto de Bom Cidadão, que varia de 1% a 5%. Sobre o Nota Fiscal Gaúcha Coordenado pela Receita Estadual, o programa NFG incentiva os cidadãos a solicitarem a inclusão do CPF na emissão do documento fiscal, promovendo a conscientização sobre a importância social dos impostos. O programa permite que os consumidores inscritos concorram a prêmios em dinheiro e obtenham outros benefícios. As entidades sociais indicadas pelos consumidores são beneficiadas por repasses trimestrais, e as empresas participantes reforçam sua responsabilidade social. Atualmente, o programa conta com mais de 3,7 mil entidades indicadas. Sorteios municipais Simultaneamente ao sorteio mensal estadual, ocorrem sorteios municipais. Mais de 75% dos municípios utilizam a plataforma do NFG. Além disso, entidades empresariais também utilizam o sistema para realizar a distribuição de prêmios.

  • Assembleia Legislativa aprova criação de programa estadual de navegação de pacientes com câncer de mama no RS

    Proposta da deputada Delegada Nadine visa melhorar assistência oncológica com apoio da Femama e Imama Nesta terça-feira (30), a Assembleia Legislativa aprovou por unanimidade o projeto de lei que institui o Programa Estadual de Navegação de Pacientes para Pessoas com Neoplasia Maligna de Mama no Rio Grande do Sul. A iniciativa é da deputada Delegada Nadine, em parceria com a Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama (Femama) e o Instituto da Mama do Rio Grande do Sul (Imama). "É um importante passo para aprimorar a assistência oncológica no Estado do Rio Grande do Sul, proporcionando aos pacientes com neoplasia maligna de mama um tratamento mais ágil e humanizado. A aprovação desta lei reforça o compromisso do Estado em garantir o bem-estar e a saúde de seus cidadãos, refletindo diretamente em uma sociedade mais saudável e resiliente", declarou Nadine. O Programa pretende melhorar a assistência aos pacientes com câncer de mama através de uma abordagem multidisciplinar, focada na atenção integral ao indivíduo desde a suspeita inicial até o tratamento efetivo. O objetivo é assegurar agilidade, eficiência e humanização em todas as etapas do processo. De acordo com a proposta, o diagnóstico e o início do tratamento devem ocorrer em prazo igual ou inferior ao estabelecido pela Lei 12.732, de 2012. Outro ponto essencial é a capacitação das equipes de saúde, garantindo que todas as etapas do processo sejam orientadas e personalizadas. A navegação de pacientes visa reduzir os tempos de espera, contribuindo diretamente para a melhoria dos prognósticos e da qualidade de vida dos pacientes. O Rio Grande do Sul é o terceiro estado brasileiro com maior número de novos casos de câncer de mama em 2023, além de ser o quarto em número de óbitos pela doença. A taxa bruta de incidência estimada para este ano é de 62,7 casos para cada 100 mil mulheres no estado, enquanto a média nacional é de 66,5 casos para cada 100 mil mulheres. Navegação refere-se a um modelo de assistência em saúde que visa orientar e acompanhar pacientes ao longo de todo o processo de diagnóstico, tratamento e acompanhamento do câncer de mama. Esse modelo envolve a coordenação de cuidados e serviços de saúde para garantir que os pacientes recebam atendimento ágil, eficiente e personalizado. Os principais objetivos da navegação de pacientes são: Orientação: Prover informações claras e compreensíveis sobre o diagnóstico, opções de tratamento e cuidados necessários. Acompanhamento: Monitorar o progresso do paciente, garantindo que ele cumpra todas as etapas do tratamento e agendamentos médicos. Coordenação: Facilitar o acesso a diferentes serviços de saúde e profissionais, assegurando uma integração eficiente entre os diversos pontos de atendimento. Suporte: Oferecer apoio emocional e prático para lidar com os desafios da doença e do tratamento, melhorando a qualidade de vida do paciente.

  • Emater/RS-Ascar divulga estimativa inicial da safra de grãos de inverno do Rio Grande do Sul nesta sexta-feira (28)

    Evento contará com transmissão ao vivo e celebração dos 35 anos do Informativo Conjuntural Nesta sexta-feira (28/06), a Emater/RS-Ascar anunciará a estimativa inicial da Safra de Grãos de Inverno do Rio Grande do Sul. A divulgação ocorrerá no auditório do Escritório Central da Emater/RS-Ascar, em Porto Alegre, a partir das 9h, com transmissão ao vivo pelo canal do Programa Rio Grande Rural no YouTube. Durante o evento, será comemorado o 35º aniversário do Informativo Conjuntural, que desde 21 de junho de 1989 registra semanalmente dados de produção, produtividade e preços das principais culturas agrícolas e pecuárias gaúchas, correlacionando-os às condições climáticas e aos contextos de preços, comercialização e perspectivas de safra das diversas regiões produtoras do estado. Alice Schwade Kleinschmitt, extensionista e editora do Informativo, destaca que a publicação é uma fonte de informação crucial para veículos de comunicação e subsidia órgãos e entidades na construção de políticas públicas ou inserção no mercado. "Através do Informativo Conjuntural são definidas ações governamentais relacionadas à agropecuária, orientando também os produtores na tomada de decisão", explica Alice. A elaboração do documento, publicado todas as quintas-feiras à tarde, envolve a participação de extensionistas de todo o Estado na coleta de informações que delineiam o cenário das culturas e criações. "Temos uma estrutura bem organizada para chegarmos ao produto final. O colega do Escritório Municipal busca informações junto aos assistidos para identificar a situação no município e repassa ao Regional. O Escritório Regional compila os dados de sua área de abrangência e nos encaminha para elaborarmos a versão final, que demonstra a situação do setor agropecuário de todo o RS", detalha Alice. O Informativo Conjuntural também divulga a comercialização atacadista de hortigranjeiros pela Ceasa/RS e publica dados meteorológicos do Sistema de Monitoramento e Alertas Agroclimáticos (Simagro-RS).

  • Leilões de carros afetados por enchentes no RS oferecem veículos com descontos de até 60% da Tabela Fipe

    Setor estima venda de até 5 mil veículos enquanto leilões atraem diversos perfis de compradores Os leilões de carros afetados pelas enchentes no Rio Grande do Sul estão oferecendo veículos com descontos que variam de 45% a 60% do preço da Tabela Fipe. Estima-se que até 5 mil veículos sejam vendidos, de acordo com uma empresa do setor. Esses automóveis são destinados a leilão depois que os proprietários acionam o seguro, recebendo a indenização enquanto o bem fica com a seguradora. O primeiro leilão ocorreu em junho, duas semanas após a perda dos carros, e foi destaque no programa Fantástico, da TV Globo, no domingo (23). Foram comercializados 111 veículos, atraindo compradores de diversos perfis. A expectativa do setor é que as vendas aumentem nos próximos meses. "Agora que, efetivamente, começa a venda", afirmou a leiloeira Liliamar Pestana Gomes. O edital dos leilões especifica que os veículos foram afetados pela enchente. Antes de serem colocados à venda, os automóveis passam por limpeza e preparação, incluindo a retirada do óleo em alguns casos. Perfil dos compradores Os leilões atraem um público diversificado. Algumas pessoas buscam um carro para uso próprio ou para revenda após reparos. O técnico em eletrônica Bruno Siqueira, por exemplo, costuma participar de leilões para revender veículos, mas a caminhonete que arrematou será um presente para o filho. "Eu compro para revender, mas essa eu tinha prometido para ele que ia dar uma caminhonete igual à minha", contou. Comerciantes de automóveis e peças também participam dos leilões, variando em experiência no setor. "Tem de tudo. Existem os clientes que já são clientes, que compram regularmente, mas também temos muitos clientes novos", explicou a leiloeira. Os leilões virtuais ampliam a participação do público, oferecendo informações detalhadas e imagens dos veículos. "As pessoas têm condições de verificar os veículos. Tem fotos, tem vídeos, tem todas as informações que o cliente precisa para fazer a compra. Um dia antes do leilão, por exemplo, eles podem fazer a visitação dos veículos nos pátios, nas unidades logísticas. Porém, a grande maioria hoje já nem visita o veículo", afirmou Liliamar. Após o arremate, o comprador é responsável por retirar o veículo do depósito. A unidade da empresa em Nova Santa Rita conta com seis mil carros em uma área de 240 mil metros quadrados próxima à BR-386.

  • Governo do RS anuncia projeto de incentivo à adoção de animais resgatados durante enchentes

    Iniciativa prevê investimento de R$ 6,86 milhões para garantir bem-estar dos animais e apoio a novos adotantes O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, anunciou um novo projeto de incentivo à adoção de animais resgatados durante as enchentes, com o objetivo de encontrar lares para esses animais. Desenvolvido pelo Gabinete de Projetos Especiais do Vice-Governador e pela Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura (Sema), o projeto será encaminhado à Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul (AL-RS) nesta semana e prevê um investimento de R$ 6,86 milhões. Leite destacou que a iniciativa visa apoiar quem deseja adotar um animal de estimação, garantindo assim um lar adequado aos animais afetados pelas enchentes. "Nós queremos que todos estes animais tenham um lar, mas sabemos que muitas pessoas podem querer ter um animal, mas acabam não conseguindo dar os cuidados iniciais. Por isso, vamos encaminhar um projeto para a Assembleia Legislativa prevendo um incentivo financeiro que ajude a concretizar as adoções e garanta o encaminhamento dos animais resgatados para um lar”, afirmou. O vice-governador Gabriel Souza ressaltou que o projeto garantirá o bem-estar dos animais. “Os animais resgatados das enchentes terão seu bem-estar garantido, na medida em que estarão com famílias que se interessam por dar carinho a eles e não apenas pelo fato de haver incentivo financeiro”, disse. O incentivo para adoção será destinado às pessoas que desejarem adotar um animal de estimação afetado pelas enchentes, mas que não têm condições de arcar com os custos. Segundo o projeto de lei, o governo pagará R$ 450 por animal adotado, permitindo que cada pessoa adote até dois animais. O valor previsto cobre gastos básicos de cuidados com os animais durante seis meses. O pagamento será feito em duas parcelas: a primeira logo após a adoção e a segunda após três meses, quando será realizado um acompanhamento para garantir o bem-estar do animal adotado. Todos os animais disponibilizados para adoção já estarão castrados e microchipados, graças a uma parceria com hospitais universitários veterinários, Ministério Público do Rio Grande do Sul e o Grupo de Resposta a Animais em Desastres (Grad). Essa iniciativa faz parte do Plano Rio Grande, que atua em três eixos de enfrentamento aos efeitos das enchentes: ações emergenciais, ações de reconstrução e Rio Grande do Sul do futuro. Atualmente, 15.259 animais de estimação estão abrigados em 353 locais em todo o estado, com a maior concentração em Canoas (5.335 animais) e Porto Alegre (4.223).

bottom of page