top of page

FAÇA SUA BUSCA PELO SITE

8603 itens encontrados

  • Congresso anual da Famurs discute ações para reconstrução do Rio Grande do Sul após enchentes de maio

    Ações emergenciais e políticas públicas foram apresentadas para apoiar a recuperação das áreas afetadas O agro gaúcho foi o tema central do congresso anual da Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs) nesta quarta-feira (17/07). O foco principal foi a reconstrução do estado após as chuvas e enchentes de maio. Claudinei Baldissera, diretor técnico da Emater/RS-Ascar, abriu o painel da manhã apresentando as ações de assistência emergenciais e de recuperação desenvolvidas pela instituição. Baldissera destacou a parceria crucial com as secretarias da Agricultura, Pecuária, Produção Sustentável e Irrigação (Seapi) e de Desenvolvimento Rural (SDR), além das prefeituras. Durante o estado de calamidade, a Emater/RS-Ascar amparou famílias em todo o estado, auxiliando também os órgãos públicos em operações de resgate e acolhimento. Um relatório detalhado das perdas e desafios no meio rural foi realizado, ressaltando as dificuldades no escoamento da produção devido às inundações. A fase atual é de recuperação, com contínua Assistência Técnica e Extensão Rural e Social (Aters). Baldissera mencionou o apoio logístico na entrega de água, alimentos, roupas, kits de higiene e limpeza, em colaboração com as secretarias de assistência social. "Trabalhamos no apoio aos comitês municipais e de crise do estado, no resgate e identificação de famílias em alta vulnerabilidade", afirmou. Na segunda etapa, os extensionistas da Emater/RS-Ascar informaram sobre políticas públicas criadas, como auxílio-reconstrução, crédito rural e soluções para o escoamento da produção. Baldissera também anunciou a contratação de 134 novos extensionistas e a aquisição de 70 veículos com recursos próprios para aprimorar a estrutura da Emater/RS-Ascar. Os secretários Clair Kuhn (Seapi) e Ronaldo Santini (SDR) apresentaram as políticas públicas estaduais no congresso. Kuhn destacou a parceria com prefeituras para reconstrução das áreas rurais e a permissão para comercialização intermunicipal de produtos de origem animal de agroindústrias registradas nos Serviços de Inspeção Municipais (SIM), com possibilidade de prorrogação dessa autorização. Santini enfatizou a importância da produção rural na recuperação do estado, destacando programas de recuperação de solos para futuras safras. O painel contou com a mediação do presidente da Famurs, Marcelo Arruda, e a participação de José Cleber, superintendente do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) no RS, Luciano Silveira, deputado estadual e presidente da Comissão de Agricultura da Assembleia Legislativa, e Paulo Learsi Petzhold Corrêa da Silva, representante do movimento SOS Agro RS. O 42º Congresso de Municípios do RS aconteceu na Associação Médica do Rio Grande do Sul (Amrigs), em Porto Alegre, entre 16 e 17 de julho.

  • Governo cria Sistema Nacional de Cadastro para Pessoas com Transtorno do Espectro Autista

    Novo sistema visa facilitar e padronizar emissão de carteira de identificação de autistas O presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinou, nesta quarta-feira (17), um decreto que institui o Sistema Nacional de Cadastro da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista (SisTEA). A medida tem o objetivo de facilitar e padronizar a emissão da carteira nacional de identificação para essa população. O SisTEA será gerido pelo Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania (MDH) e operacionalizado em conjunto com órgãos estaduais e municipais. A assinatura do decreto ocorreu durante o encerramento da 5ª Conferência Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência, realizada em Brasília. “Eu sei quem precisa de políticas públicas do Estado, que é o povo mais carente e pobre deste país, incluindo as pessoas com deficiência. Vocês sentem na pele o desrespeito e a falta de compreensão,” afirmou Lula. Ele elogiou a resiliência dos participantes da conferência e destacou a importância de fiscalizar a implementação das políticas públicas. Acordos e iniciativas em defesa das pessoas com deficiência Durante o evento, o MDH e o Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome assinaram um acordo de cooperação no âmbito da Política Nacional do Cuidado e do Plano Nacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência. A parceria visa desenvolver ações intersetoriais para atender às demandas das pessoas com deficiência, considerando aspectos como gênero, raça, idade e território. Além disso, foi assinada uma portaria interministerial entre o MDH e o Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI) sobre procedimentos para adaptações de acessibilidade em edifícios públicos federais. Combate ao capacitismo e novas metodologias de avaliação O MDH também entregou o relatório final do Grupo de Trabalho sobre a Avaliação Biopsicossocial Unificada da Deficiência, que propõe uma metodologia de avaliação que vai além do modelo médico tradicional, reconhecendo a deficiência como uma interação de fatores biológicos, psicológicos e sociais. A secretária nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência do MDH, Anna Paula Feminella, destacou a importância de combater o capacitismo—discriminação contra pessoas com deficiência—e de implementar ações inclusivas como educação, emprego, saúde e transporte adequado. Estudos e pesquisas Durante a conferência, o MDH e o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) assinaram um protocolo para realizar pesquisas sobre a implementação da avaliação biopsicossocial. Além disso, o MDH, o MGI e o Ministério do Planejamento e Orçamento firmaram um acordo para realizar estudos de impacto sobre essa avaliação e propor diretrizes para um sistema nacional de avaliação da deficiência. As novas iniciativas do governo complementam o Plano Nacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência Novo Viver sem Limite, lançado em novembro de 2023, que conta com R$ 6,5 bilhões de investimentos. Até agora, apenas cinco estados aderiram ao plano: Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba e Rio Grande do Norte. Discussões e críticas na conferência Com 1,6 mil participantes, a 5ª Conferência Nacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência discutiu 90 propostas de recomendações para políticas públicas. Ewelin Canizares, vice-presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência do Rio Grande do Sul, ressaltou a necessidade de políticas públicas interseccionais que considerem a diversidade das pessoas com deficiência. Lula, ao ouvir o caso de Sônia Maria de Jesus, resgatada de trabalho análogo à escravidão, afirmou que cobrará informações sobre a situação. “Se a sociedade deixa de acreditar nas instituições, sabemos o que pode acontecer no país,” disse o presidente.

  • Ex-vereador invade casa da ex-mulher, a mata e comete suicídio em Fortaleza dos Valos

    Crime ocorreu na manhã de terça-feira; Jordana Prass Hagemann tinha medida protetiva contra o ex-marido desde março O ex-vereador Evandro Henrique de Campos (PSB), de 52 anos, invadiu a casa da ex-mulher e a matou a tiros, segundo informações da Polícia Civil. Após cometer o crime, ele teria tirado a própria vida. O incidente ocorreu na manhã de terça-feira (16) em Fortaleza dos Valos, no Norte do Rio Grande do Sul, a aproximadamente 320 km de Porto Alegre. Jordana Prass Hagemann, de 33 anos, conseguiu mandar uma mensagem para os pais avisando sobre a aproximação do ex-marido antes do ataque. A investigação revelou que Jordana possuía uma medida protetiva contra Evandro desde março deste ano. Em junho, ele violou a determinação ao ameaçar Jordana de morte pelo celular. A Polícia Civil chegou a pedir a prisão preventiva de Evandro, mas a decisão judicial ainda não havia sido emitida. O casal esteve junto por cerca de 15 anos e estava separado há aproximadamente oito meses. Eles deixam dois filhos, de 5 e 11 anos. Jordana trabalhava em uma empresa de gastronomia e era vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Fortaleza dos Valos. Evandro, que foi vereador na legislatura 2017-2020 e o candidato mais votado na eleição em que concorreu, também atuou como patrão do Centro de Tradições Gaúchas (CTG). O enterro dele aconteceu na manhã desta quarta-feira (17).

  • Prazo para pecuaristas gaúchos entregarem a Declaração Anual de Rebanho termina em 31 de julho

    Seapi contabiliza 60,79% das declarações esperadas e destaca importância do cumprimento do prazo Os pecuaristas do Rio Grande do Sul têm até o dia 31 de julho para fazer a Declaração Anual de Rebanho. Até esta quarta-feira, a Secretaria da Agricultura, Pecuária, Produção Sustentável e Irrigação (Seapi) registrou a entrega de 60,79% das 367 mil declarações esperadas. Do total de declarações já entregues, 92,12% foram feitas presencialmente nas inspetorias ou escritórios de defesa agropecuária, enquanto 7,88% foram enviadas pela internet, por meio do módulo específico no Produtor Online. Alegrete se destacou entre as supervisões regionais da Seapi, com 23,7% das declarações realizadas online. Quatro municípios já alcançaram 100% de adesão: Erval Grande, Mariano Moro, Muliterno e Severiano de Almeida. Como fazer a declaração A declaração pode ser feita pela internet, utilizando o módulo específico no Produtor Online, com um tutorial disponível para orientação. Alternativamente, os produtores podem preencher formulários em PDF ou comparecer pessoalmente às Inspetorias ou Escritórios de Defesa Agropecuária, onde receberão auxílio dos servidores da Seapi e assinarão digitalmente com a senha do Produtor Online. Em 2023, a adesão à declaração foi de 84,19%, em linha com a média dos anos anteriores. Para mais informações, os produtores podem acessar o site da Seapi. Para mais informações, clique aqui .

  • ANTT reajusta piso mínimo do frete rodoviário com aumento de até 1,59%

    Novo reajuste do frete reflete inflação acumulada e preço médio do diesel A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) anunciou um reajuste no piso mínimo do frete rodoviário, que varia entre 1,28% e 1,59% conforme a categoria. A nova tabela de valores, em vigor desde a última sexta-feira, foi publicada no Diário Oficial da União (DOU). O ajuste integra a política de atualização semestral da ANTT. Para o transporte rodoviário de carga lotação, o aumento médio foi de 1,59%. Nas operações que contratam apenas o veículo automotor de cargas, o reajuste foi de 1,58%, enquanto para o transporte rodoviário de carga lotação de alto desempenho, a alta foi de 1,46%. Já para operações que contratam apenas o veículo automotor de cargas de alto desempenho, o aumento médio chegou a 1,28%. A ANTT informou que considerou a inflação acumulada de 2,84% entre dezembro de 2023 e maio de 2024, conforme o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Além disso, o reajuste levou em conta o valor médio do diesel S10 na bomba, que foi de R$ 5,94 por litro, conforme dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), com média nacional referente à semana encerrada em 29 de junho. A legislação exige que a ANTT reajuste os valores do frete sempre que houver uma oscilação no preço do óleo diesel no mercado nacional superior a 5%, para mais ou para menos, em relação ao valor de referência da tabela em vigor, além da atualização semestral. A Lei 13.703, sancionada no governo Temer como resposta à greve dos caminhoneiros em maio de 2018, determina esses reajustes. A última atualização havia sido realizada em janeiro.

  • Datas comemorativas impulsionam vendas em julho no comércio gaúcho

    O Dia do Amigo, em 20 de julho, e o Dia dos Avós, em 26 de julho, oferecem oportunidades para lojistas aumentarem suas vendas, aproveitando o apelo emocional dessas celebrações Os lojistas gaúchos encontram em julho um período propício para aquecer suas vendas com a celebração do Dia do Amigo e do Dia dos Avós. Essas datas, que vêm ganhando relevância no calendário comercial, incentivam os consumidores a buscar presentes, movimentando o comércio em um mês tradicionalmente de baixo consumo. O Dia dos Avós tem se tornado cada vez mais significativo, com um aumento anual médio de 5% nas vendas, conforme destaca Vitor Augusto Koch, presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul (FCDL-RS). O crescimento da expectativa de vida no Brasil expande o mercado voltado para os idosos, tornando a data ainda mais relevante. Para Koch, os lojistas devem investir em promoções e campanhas especiais, aproveitando o forte apelo emocional da data. O comércio gaúcho está bem preparado, oferecendo uma variedade de presentes que vão além do vestuário, como flores, perfumes, acessórios e eletrônicos. Incentivar as compras em lojas locais ajuda a fortalecer a economia e a mitigar os impactos das inundações de maio. A FCDL-RS sugere que os lojistas utilizem redes sociais e contatos diretos para lembrar os clientes da importância de presentear os avós. O Dia do Amigo, por sua vez, oferece uma oportunidade de estreitar relações com os consumidores. Campanhas promocionais, como kits de presentes, vale-presentes e descontos especiais, podem aumentar as vendas. Koch ressalta que a amizade é um valor importante, e muitos consumidores gostam de homenagear amigos especiais, tornando essa data uma chance valiosa para o comércio.

  • Famílias de 112 municípios gaúchos ainda aguardam recebimento do Auxílio Reconstrução

    Nenhuma família inscrita recebeu o benefício devido a problemas como inconsistências de dados, divergências na área de inundação e possíveis fraudes Até o momento, nenhuma das famílias inscritas para receber o Auxílio Reconstrução em 112 municípios do Rio Grande do Sul recebeu o benefício. De acordo com o governo federal, os cadastrados estão sob análise devido a problemas como divergências na área de inundação, inconsistências nos dados e possíveis fraudes. O Auxílio Reconstrução é um pagamento único de R$ 5,1 mil destinado às pessoas que sofreram perdas por enchentes ou deslizamentos de terra em áreas que decretaram estado de calamidade ou emergência. Não é necessário ser de baixa renda ou estar inscrito no Cadastro Único de Programas Sociais (CadÚnico) para receber o benefício. A Caixa Econômica Federal é responsável por processar os pagamentos, que são disponibilizados por meio de uma conta poupança social aberta automaticamente em nome do beneficiário. A cidade de Jaguari, na região central do Estado, é a mais afetada proporcionalmente, com 442 famílias ainda aguardando o auxílio. Jaguari, com 10 mil habitantes, sofreu severamente com a cheia do Rio Jaguari, afetando tanto áreas urbanas quanto rurais. O primeiro lote de cadastramentos foi enviado no final de junho, mas até agora, nenhuma família recebeu o auxílio. Em Tapes, na Costa Doce, 189 famílias também aguardam o pagamento. A prefeitura enviou três lotes de inscrições, com o primeiro encaminhado em 11 de junho. A Defesa Civil local identificou tentativas de fraudes de pessoas não afetadas pela cheia da Lagoa dos Patos, mas a principal causa da demora é a divergência nos mapas de inundação utilizados pelo governo federal. Técnicos da Defesa Civil nacional realizaram vistorias em Tapes no dia 10 de julho, mas ainda não houve retorno. Em outros nove municípios gaúchos, apenas uma família foi cadastrada, e todas permanecem na malha fina. A reportagem entrou em contato com o Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional, responsável pela Defesa Civil nacional, para esclarecer as divergências nos mapas de inundação, mas não obteve resposta até o momento.

  • Copa FGF – Troféu Zagallo: Federação Gaúcha de Futebol divulga tabela e regulamento da competição; Ypiranga enfrenta o Passo Fundo na estreia

    Torneio começa em 14 de agosto e o campeão garantirá vaga na Recopa Gaúcha 2025 A Federação Gaúcha de Futebol (FGF) anunciou nesta semana a tabela básica e o regulamento específico da Copa FGF – Troféu Zagallo. A competição está programada para começar no dia 14 de agosto e terminar em 24 de novembro. O campeão do torneio assegurará uma vaga na Recopa Gaúcha 2025. Este ano, a Copa FGF contará com a participação de dez equipes, divididas em dois grupos. No Grupo A, estão Internacional, Gaúcho, Juventude, Ypiranga e Passo Fundo. O Grupo B é composto por São José, Inter-SM, São Paulo-RG, Grêmio e Aimoré. Na fase inicial, as equipes jogarão entre si dentro de suas chaves em sistema de turno e returno. Os quatro melhores times de cada grupo avançarão para os playoffs, que incluem quartas de final, semifinais e finais, todas disputadas em jogos de ida e volta. Confrontos da 1ª rodada Quarta-feira, 14 de agosto (horários a definir) Grupo A Folga: Internacional Gaúcho x Juventude Ypiranga x Passo Fundo Grupo B Folga: São Paulo-RG São José x Inter-SM Grêmio x Aimoré

  • Cuidados com a saúde bucal: especialista detalha avanços e técnicas de odontologia moderna (Olho Vivo | 16/07/2024)

    Doutor Leonardo Serafini da Silva destaca importância do atendimento humanizado e inovações tecnológicas em entrevista à Rádio Sideral Na manhã de terça-feira (16), o cirurgião-dentista Leonardo Serafini da Silva, parceiro do programa Olho Vivo, foi entrevistado na Rádio Sideral para discutir a importância da saúde bucal e os avanços na área odontológica. Natural de Getúlio Vargas, Leonardo é especialista em implantodontia, prótese dentária e ortodontia, além de possuir diversas atualizações em odontologia estética. Durante a entrevista, Leonardo destacou a necessidade de um atendimento humanizado, enfatizando que a paixão pela profissão é essencial, uma vez que os profissionais lidam diretamente com a qualidade de vida e autoestima dos pacientes. Ele explicou que desde sua formação em 2016, a odontologia passou por muitas mudanças, principalmente em relação a equipamentos e tecnologias, permitindo tratamentos mais eficazes e confortáveis. Leonardo também explicou sobre os implantes de carga imediata, um procedimento que permite ao paciente sair com uma prótese fixa no mesmo dia da cirurgia. “Essa técnica traz grandes benefícios, principalmente para aqueles que não querem ficar sem dentes por muito tempo”, afirmou. Outro ponto abordado foi o uso de tecnologias avançadas no consultório, como um aparelho de escaneamento bucal de origem alemã, que substitui o tradicional molde de massinha. Esse scanner proporciona um resultado extremamente preciso e, junto com uma fresadora de porcelana, permite a confecção de próteses em uma única sessão, otimizando o tempo do paciente. Além disso, Leonardo mencionou o uso de facetas e lentes de contato dentais, que requerem um planejamento detalhado em 3D, possibilitando uma estética aprimorada em pouco tempo. Para casos de urgência ou necessidade rápida, o consultório pode entregar reabilitações completas em apenas dois ou três dias. Por fim, o doutor falou sobre os alinhadores invisíveis, uma alternativa estética e confortável aos aparelhos ortodônticos tradicionais. Esses alinhadores são indicados para correções dentárias variadas, proporcionando discrição e eficiência no tratamento. A entrevista ressaltou a importância de um atendimento odontológico atualizado e humanizado, que busca sempre o melhor para os pacientes, combinando tecnologia de ponta com cuidado e atenção. Confira a entrevista na íntegra:

  • Notas antigas do real deixarão de circular; entenda o impacto

    Banco Central inicia recolhimento gradual das cédulas da primeira família, que ainda podem ser usadas normalmente As cédulas da primeira família do real, introduzidas em 1994, serão gradualmente recolhidas pelos bancos conforme determinação do Banco Central (BC). Embora essa medida esteja em vigor, as notas continuarão a ter valor e não é necessário que a população se apresse para trocá-las. As cédulas da primeira família, todas de tamanho igual, diferem das da segunda família, que apresentam tamanhos variados. Elas representam aproximadamente 3% do total de dinheiro em circulação atualmente. De acordo com o BC, existem cerca de 7,6 bilhões de notas das duas famílias do real em circulação, totalizando R$ 340 bilhões. Entre as cédulas a serem retiradas de circulação está a nota comemorativa de dez reais, emitida em celebração aos 500 anos do Descobrimento do Brasil. Impacto da Medida O recolhimento das cédulas da primeira família faz parte de um esforço contínuo para modernizar e padronizar o dinheiro em circulação, facilitando tanto a identificação quanto a segurança contra falsificações. Apesar do recolhimento, os cidadãos podem continuar usando essas notas normalmente até que sejam completamente retiradas de circulação. Orientações para a População O Banco Central enfatiza que não há necessidade de urgência para trocar as notas antigas. As cédulas da primeira família mantêm seu valor legal e podem ser depositadas ou trocadas nos bancos ao longo do tempo. A medida visa garantir uma transição gradual e ordenada, minimizando qualquer impacto para o público. Histórico das Notas do Real O real foi lançado em 1º de julho de 1994, substituindo o cruzeiro real como parte do Plano Real, que buscava estabilizar a economia brasileira e controlar a hiperinflação. As cédulas da primeira família foram projetadas com tamanhos iguais para facilitar a produção, mas a segunda família, introduzida posteriormente, adotou tamanhos diferentes para cada valor, melhorando a identificação e dificultando a falsificação. Nota Comemorativa A cédula de dez reais comemorativa dos 500 anos do Descobrimento do Brasil, lançada em 2000, também está entre as notas que deixarão de circular. Esta nota é uma peça especial e de valor histórico, sendo um item cobiçado por colecionadores. Diferenças entre a primeira e a segunda família do real Primeira Família do Real As cédulas da primeira família do real foram introduzidas em 1º de julho de 1994 e atualmente representam 3% do dinheiro em circulação. Essas notas têm dimensões padronizadas de 140 x 65 mm, ou seja, todas as cédulas, desde R$ 1 até R$ 100, têm a mesma altura e comprimento. Características: Dimensões : Todas as cédulas possuem o mesmo tamanho (140 x 65 mm). Anverso : Apresentam a efígie simbólica da República, interpretada em forma de escultura. Exceção : A cédula comemorativa de R$ 10, lançada em 2000 para celebrar os 500 anos do Descobrimento do Brasil, que traz a efígie de Pedro Álvares Cabral. Segunda Família do Real As cédulas da segunda família do real foram introduzidas a partir de 2010 e possuem tamanhos diferentes para facilitar a identificação, especialmente por pessoas com deficiência visual. Além disso, apresentam melhorias em termos de segurança contra falsificações. Dimensões: R$ 2 : 121 x 65 mm R$ 5 : 128 x 65 mm R$ 10 : 135 x 65 mm R$ 20 : 142 x 65 mm R$ 50 : 149 x 70 mm R$ 100 : 156 x 70 mm R$ 200 : 142 x 65 mm (nota introduzida em 2020, que não existia na primeira família) Características: Tamanhos variados : As cédulas têm tamanhos diferentes para ajudar na identificação e acessibilidade. Anverso : Continuam a apresentar a efígie simbólica da República, em forma de escultura. Segurança : Melhorias nos elementos de segurança para dificultar a falsificação. Nota de R$ 1 : Deixou de ser produzida na segunda família do real. Histórico de Lançamento 2010 : Notas de R$ 50 e R$ 100 2012 : Notas de R$ 10 e R$ 20 2013 : Notas de R$ 2 e R$ 5 2020 : Introdução da nota de R$ 200

  • FGTS registra lucro recorde de R$ 23,4 bilhões em 2023 e define distribuição aos trabalhadores

    Conselho Curador aprova balanço de 2023 e estabelece data para definir parcela do lucro a ser repartida entre os cotistas O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) alcançou um lucro recorde de R$ 23,4 bilhões em 2023, quase o dobro dos R$ 12,1 bilhões registrados no ano anterior. O balanço foi aprovado pelo Conselho Curador do Fundo nesta terça-feira (16). No dia 6 de agosto, o Conselho se reunirá novamente para decidir a parcela do lucro que será distribuída entre os trabalhadores. Nos últimos dois anos, 99% do lucro foi distribuído aos cotistas, enquanto em 2021 a distribuição foi de 96% do resultado positivo. Do total de R$ 23,4 bilhões, R$ 16,8 bilhões são decorrentes do lucro recorrente do FGTS, resultante de aplicações do fundo em títulos públicos e investimentos em setores como habitação, saneamento, infraestrutura e saúde. Os R$ 6,6 bilhões restantes são fruto da reestruturação do fundo que financia a reconstrução do Porto Maravilha, no Rio de Janeiro. A Caixa Econômica Federal tem até 31 de agosto para creditar a parcela dos lucros do FGTS entre os cotistas. O valor será distribuído proporcionalmente ao saldo em cada conta em nome do trabalhador até 31 de dezembro do ano anterior. Por lei, o FGTS rende 3% ao ano mais a taxa referencial (TR). Recentemente, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que o fundo deve ter uma correção mínima pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), mas a correção não será retroativa e só vale a partir da publicação do resultado do julgamento. Caso o rendimento resultante da distribuição dos lucros e dos 3% ao ano mais a TR seja inferior à inflação, o Conselho Curador deve definir uma forma de compensação para que a correção alcance o IPCA. O rendimento definitivo do FGTS em 2023 só será conhecido após a distribuição dos lucros. Como consultar o saldo do FGTS Os trabalhadores podem verificar o saldo do FGTS através do aplicativo FGTS, disponível para sistemas Android e iOS. Quem não puder fazer a consulta online deve procurar uma agência da Caixa para obter o extrato no balcão de atendimento. A Caixa também envia o extrato do FGTS em papel a cada dois meses para o endereço cadastrado. Caso o trabalhador tenha mudado de residência, deve informar o novo endereço em uma agência da Caixa ou pelo telefone 0800-726-0101.

  • Governo do RS e Sicredi firmam parceria para ampliar crédito ao setor turístico do interior gaúcho

    Acordo entre Badesul e Sicredi visa facilitar acesso a recursos do Fungetur para recuperação econômica de municípios afetados por catástrofe meteorológica Nesta terça-feira (16), o governador Eduardo Leite assinou um termo de cooperação e parceria institucional entre o Badesul Desenvolvimento e o Sistema de Crédito Cooperativo (Sicredi) – Central Sul/Sudeste. O objetivo é ampliar a concessão de crédito pela agência de fomento do Estado ao setor turístico do interior do Rio Grande do Sul, especialmente nos municípios atingidos pela recente catástrofe meteorológica. O acordo permite que o Badesul utilize a rede de 38 cooperativas do Sicredi no Rio Grande do Sul para realizar operações de crédito, facilitando o acesso aos recursos essenciais para a retomada econômica. Atualmente, mais de R$ 20 milhões estão disponíveis através da linha do Fundo Geral do Turismo (Fungetur) Emergencial, do Ministério de Turismo, para financiar negócios turísticos em cidades que decretaram estado de calamidade pública. "O Brasil abraçou o Rio Grande do Sul no momento de fragilidade. Agora, o Rio Grande do Sul quer abraçar o Brasil e o mundo, quer que todos possam vir para cá para serem abraçados e bem-recebidos, com a nossa característica boa hospitalidade. Essa cooperação é para fazer com que os recursos de apoio aos empreendedores do turismo cheguem lá na ponta e se transformem em emprego, renda e desenvolvimento para o nosso Estado", afirmou Leite. Leite destacou a importância do setor turístico não apenas como atividade econômica intensiva em geração de empregos, mas também pelo seu papel na recuperação da autoestima e otimismo do estado. A cooperação entre Badesul e Sicredi foi intermediada pelas secretarias de Turismo (Setur) e de Desenvolvimento Econômico (Sedec). O secretário da Sedec, Ernani Polo, afirmou: “É mais uma iniciativa por meio da qual poderemos atuar para alavancar negócios e construir ações que atendam quem mais precisa neste momento desafiador.” Luiz Fernando Rodriguez Júnior, secretário de Turismo em exercício, ressaltou que a cooperação garantirá a efetividade dos recursos do Fungetur Emergencial. “Temos a convicção de que os recursos, à medida que forem liberados, chegarão na ponta. A operação, nessa forma de cooperação, ajudará os empreendedores da cadeia do turismo a, junto conosco, reconstruir o Rio Grande do Sul.” Flavio Lammel, vice-presidente e diretor de Operações e Inovação do Badesul, destacou que a parceria com o Sicredi proporcionará maior alcance para a agência de fomento, permitindo que os clientes do Sicredi no setor turístico, como donos de pousadas, restaurantes e hotéis, tenham acesso ao crédito. Durante a solenidade, foram firmados dois contratos por meio do Fungetur: um com a empresa NSB Turismo e Viagens, operadora do Trem dos Vales, no valor de R$ 1,49 milhão, e outro com as empresas Ortolan Turismo e Dall Orsoleta, de Guaporé, no valor de R$ 2 milhões. Também participaram da cerimônia o secretário-chefe da Casa Civil, Artur Lemos, e o secretário de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos, Fabricio Perucchin.

  • Governo do RS apresenta projeto de lei para reestruturar carreiras no serviço público estadual

    Proposta abrange 38 mil servidores e busca melhorias nas carreiras e maior transparência nas promoções Na manhã desta terça-feira (16/7), o governador Eduardo Leite apresentou aos deputados estaduais da base aliada um projeto de lei que visa reestruturar as carreiras do serviço público estadual. O projeto, que será discutido e votado na Assembleia Legislativa ainda nesta semana, busca melhorias na estrutura de cargos efetivos e define possibilidades de evolução, abrangendo 38.238 servidores, entre ativos e inativos. Durante a reunião, o governador detalhou a situação fiscal dos últimos anos, explicando como isso impactou a disponibilidade de servidores aptos a atender às demandas, especialmente após as calamidades enfrentadas pelo Rio Grande do Sul. Segundo a Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão (SPGG), o Estado teve uma redução de 30 mil servidores em 12 anos, devido principalmente à baixa atratividade das carreiras no Executivo gaúcho. Leite enfatizou que o principal desafio recente foi a organização das contas e a adequação das despesas à realidade financeira do Estado. “Encaminhamos medidas antipáticas para colocar os gastos em um nível sustentável, com os servidores contribuindo para isso. Agora, precisamos trabalhar para reter talentos e motivar os servidores a progredirem na carreira, conferindo maior transparência a essa evolução”, afirmou. A formulação da proposta foi liderada pela SPGG ao longo de um ano, com a secretária Danielle Calazans e a equipe da Subsecretaria de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas dialogando com diversas entidades e sindicatos de servidores para entender as necessidades e avaliar pedidos de melhorias. “Chegamos a um projeto final robusto e consistente, que reestruturará as carreiras, fornecendo regras claras para promoções e progressões, tornando mais atrativo o trabalho na administração pública estadual”, disse Calazans. Plano Estado Servidor O governo propôs o plano Estado Servidor para reestruturar e reorganizar as carreiras da administração pública direta e indireta, com o objetivo de igualar cargos afins e definir uma amplitude de progressão que evite discrepâncias entre diferentes carreiras. A remuneração dos servidores será alterada para o modelo de subsídios, incorporando vantagens fixas e possibilitando maior transparência na forma de pagamento. A evolução nas carreiras ocorrerá por meio de progressão em três níveis (I a III), baseada em avaliação de desempenho periódica, e promoção em seis graus (A a F), baseada no histórico de avaliações e em um sistema de pontos. Para implementar a reestruturação, o governo garantiu que não haverá perdas remuneratórias nem regressão no enquadramento das carreiras em relação à situação atual. A implantação será escalonada, com os graus iniciais A e B recebendo o novo subsídio integralmente em janeiro de 2025; os graus C e D em duas parcelas (janeiro e outubro de 2025); e os E e F em três parcelas (janeiro e outubro de 2025 e outubro de 2026). Na administração indireta, o plano prevê a isonomia entre cargos nas diferentes entidades, evitando diferenças salariais entre posições com atribuições semelhantes, e a redução de cargos e funções de 847 para 557. Fortalecimento da Agergs e Segurança Pública Outro projeto visa fortalecer a Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do Rio Grande do Sul (Agergs), melhorando a capacidade regulatória e fiscalizatória da agência para aumentar a qualidade e eficiência dos serviços. A qualificação das forças de segurança também será abordada, com um reajuste de 12% para servidores da Polícia Civil, Brigada Militar, Corpo de Bombeiros Militar, Instituto-Geral de Perícias e Superintendência dos Serviços Penitenciários. O reajuste será implementado em três etapas: 4% em janeiro e outubro de 2025, e em outubro de 2026. Reforço na Defesa Civil e Contratação Temporária A estrutura da Defesa Civil será reforçada com a criação do Centro Estadual de Gestão Integrada de Riscos e Desastres (Cegird) e o fortalecimento das Coordenadorias Regionais, que articulam com os 497 municípios do Estado. Haverá ações para capilarizar iniciativas de prevenção a desastres e a elaboração de planos e protocolos de contingência. Devido à urgência de resposta após a calamidade, o governo propôs a contratação temporária de 2,5 mil servidores para áreas prioritárias na reconstrução do estado. As primeiras contratações devem ocorrer em outubro deste ano, e o restante em abril de 2025

  • Congresso de Municípios do RS aborda fortalecimento e reconstrução após tragédia climática

    Encontro discute ações para recuperação dos municípios gaúchos afetados por enchentes e promove debate sobre prevenção e sustentabilidade O 42º Congresso de Municípios do Rio Grande do Sul, promovido pela Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs), começou nesta terça-feira (16/07) na Associação Médica do Rio Grande do Sul (AMRIGS), em Porto Alegre. Com o tema “Reconstruir é acreditar de novo”, o evento reúne prefeitos, vice-prefeitos, secretários e outras autoridades para discutir o fortalecimento e a reconstrução dos municípios afetados pelas enchentes desde 2023, com maior intensidade em maio deste ano. Na abertura do congresso, o presidente da Famurs e prefeito de Barra do Rio Azul, Marcelo Arruda, enfatizou a importância de alinhar as ações de recuperação com obras de prevenção. “A recuperação tem que ser aliada às obras de prevenção, para não queimarmos energia e recursos em ações que podem ser novamente levadas”, destacou Arruda. Ele ressaltou a necessidade de debater, durante os dois dias do evento, como prevenir e mitigar os efeitos climáticos, além de tornar as obras mais resilientes e construir cidades mais sustentáveis. Arruda também sublinhou a importância de discussões sobre a recuperação de solos, atualização dos Planos Diretores, desassoreamento de rios e a implementação de programas de governo para manutenção constante. Ele reforçou a necessidade de uma Defesa Civil estruturada e capacitada para enfrentar enchentes, vendavais e outros desafios climáticos. O deputado estadual Elizandro Sabino, representando a Assembleia Legislativa do RS, afirmou que os parlamentares estão focados em projetos estruturantes para auxiliar na recuperação do estado. Tiago Braga, assessor da Secretaria de Assuntos Federativos, destacou a importância de políticas públicas que cheguem efetivamente ao cidadão e da proximidade entre a União e as prefeituras. Marco Peixoto, presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RS), lembrou que o tribunal está à disposição dos gestores para orientações e anunciou uma resolução que facilita a contratação de pessoal na saúde. O ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Augusto Nardes, destacou a importância da governança para atenuar crises e promover uma administração pública preparada para situações de emergência. Paulo Ziulkoski, presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), ressaltou a relevância do debate federativo e a necessidade de garantir recursos para os municípios. Gerson Junqueira Junior, presidente da AMRIGS, anunciou a criação de um hub de distribuição de medicamentos para farmácias comunitárias em 40 municípios gaúchos. O congresso, que continua até quarta-feira, é patrocinado pelo Banrisul, Badesul, BRDE, GovBR, 1Doc, Aprende Brasil, System e Caixa, e conta com o apoio da CNM, Granpal, Planalto, Crea/RS e Emater.

  • CBF realiza sorteio das oitavas de final da Copa Betano do Brasil nesta quinta-feira

    Evento será transmitido ao vivo no YouTube da CBF TV, com partidas previstas para 31 de julho e 7 de agosto Nesta quinta-feira (18), a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) realizará o sorteio dos confrontos das oitavas de final da Copa Betano do Brasil. O evento ocorrerá às 14h no auditório da CBF e será transmitido ao vivo pelo canal da CBF TV no YouTube . As 16 equipes classificadas para esta fase foram definidas no último domingo (14), com a vitória do Grêmio sobre o Operário-PR por 3 a 1 no Estádio Centenário, em Caxias do Sul (RS). Os jogos das oitavas de final estão programados para os dias 31 de julho e 7 de agosto. O sorteio será realizado sem a divisão por potes, permitindo confrontos entre quaisquer times, inclusive clássicos estaduais. A ordem dos mandos de campo também será definida através do sorteio. A Copa do Brasil conta com representantes de quatro regiões do país e de oito estados diferentes: Nordeste : Bahia (Bahia) e CRB (Alagoas) Sudeste : São Paulo, Palmeiras, Red Bull Bragantino, Corinthians (São Paulo), Vasco, Flamengo, Fluminense e Botafogo (Rio de Janeiro); Atlético-MG (Minas Gerais) Centro-Oeste : Goiás e Atlético-GO (Goiás) Sul : Juventude e Grêmio (Rio Grande do Sul) e Athletico-PR (Paraná)

  • Uso de lareiras e aquecedores exige cuidados redobrados em ambientes com crianças e idosos

    Hospital de Pronto Socorro de Porto Alegre alerta para prevenção de queimaduras, especialmente no inverno Com as baixas temperaturas, o uso de lareiras, estufas e outros aquecedores aumenta, requerendo atenção especial, principalmente em lares com crianças e idosos. O Hospital de Pronto Socorro (HPS) de Porto Alegre, referência no atendimento a vítimas de queimaduras no Rio Grande do Sul, destaca a importância de medidas preventivas para evitar acidentes graves e fatais. A coordenação de enfermagem da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para queimados do HPS recomenda que os usuários leiam atentamente os manuais de instrução antes de utilizar lençóis térmicos, jarras elétricas e outros aparelhos. Adquirir produtos certificados e com garantia do fabricante e/ou lojista também é essencial para a segurança. Desde janeiro, o HPS registrou cerca de 1,5 mil ocorrências de ferimentos causados por fogo ou superfícies incandescentes, resultando em 82 internações e 11 mortes. A maioria dos acidentes envolvendo lareiras necessitou de internação hospitalar, principalmente devido a explosões provocadas pelo uso de produtos inflamáveis. Recomendações do HPS Manter crianças e idosos afastados  de fontes de calor e materiais inflamáveis. Evitar líquidos inflamáveis  para acender o fogo, como álcool e gasolina. Seguir rigorosamente os manuais de instruções  de lareiras ecológicas e outros aquecedores. Não improvisar técnicas e instrumentos  para aquecimento. Evitar sobrecarregar tomadas  com múltiplos aparelhos, especialmente aquecedores, estufas e lençóis térmicos. Reabastecer a lareira ecológica somente após esfriar , para prevenir acidentes ao reacender o fogo.

  • IFRS oferece capacitação profissional para agentes culturais no Programa Retomada Cultural RS

    Iniciativa visa fortalecer o setor cultural do Rio Grande do Sul após calamidade climática, com suporte financeiro e formativo O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS) participará do Programa Retomada Cultural RS, lançado pelo Ministério da Cultura (MinC). Este programa oferece capacitações profissionais e suporte financeiro para ajudar na reconstrução do setor cultural do estado, impactado por recentes calamidades climáticas. A parceria entre o IFRS e o programa, denominada Bolsa-Retomada Cultural RS, disponibilizará cursos a distância com carga horária de 70 horas e bolsa de R$ 4,5 mil, paga em duas parcelas, uma no início e outra na conclusão do curso. As inscrições e as aulas começam em agosto, com 10 mil vagas ofertadas. Formações culturais O IFRS oferecerá diversas formações para agentes culturais do Rio Grande do Sul, incluindo Planejamento e Gestão de Eventos Culturais, Administração e Gestão Financeira para Eventos, Organização e Decoração de Eventos, Marketing e Comunicação Digital na Cultura, Artes Visuais e Interculturalidade, Cerimonial e Etiqueta para Eventos, Desenvolvimento Pessoal e Interpessoal para Profissionais da Cultura. Para se inscrever, é necessário atender aos seguintes requisitos: estar cadastrado no MinC ou no Cadastro Único da Cultura; ter CPF regular ou passível de regularização; não possuir renda formal (exceto Bolsa-Família); não ser sócio de empresa com fins lucrativos com movimentação financeira em 2024, exceto MEI, EI, EIRELI ou SLU, desde que sem empregados; e residir em um dos 95 municípios em calamidade. Retomada Cultural RS Anunciado em 3 de julho de 2024, em Porto Alegre, o Programa Retomada Cultural RS inclui, além das capacitações, incentivos financeiros por meio da Lei Rouanet e investimentos em pontos de cultura, pontos de memória, bibliotecas comunitárias, pontos de leitura, escolas livres e comunidades quilombolas. Estão previstas também ações artísticas continuadas para fortalecer a criação e difusão cultural.

  • Campeonato Brasileiro de Rally de Velocidade chega a Estação para segunda etapa

    Etapa ocorre entre 19 e 21 de julho e contou com palestra sobre empreendedorismo para estudantes locais O Campeonato Brasileiro de Rally de Velocidade realiza sua segunda etapa em Estação no próximo fim de semana, entre 19 e 21 de julho. Antes das competições, foi organizada uma palestra sobre empreendedorismo para os estudantes da Escola Estadual Francisco de Assis, em Estação. Mais de 50 alunos assistiram ao piloto Evandro Carbonera e ao navegador Jean Klein, da equipe Nova Itália RS Rally, que competem na categoria Rally 5. Durante aproximadamente uma hora, a dupla discutiu como as experiências diárias e a prática esportiva podem se complementar, ajudando na realização de sonhos, construção de carreiras e melhoria da qualidade de vida. Evandro Carbonera destacou a importância de inspirar os jovens: “Nosso objetivo é fazer com que eles também acreditem em si, nos seus sonhos, na possibilidade de praticar modalidades esportivas como o rally, entre outras. O esporte costuma despertar boas coisas de todos nós e, se pudermos de alguma maneira ajudar a despertar este sentimento, teremos alcançado nosso propósito”. A palestra ocorreu no auditório do Sicredi local e contou com a presença dos diretores do Rally Estação, Lucas Neumann, Adriana Brunetto, Marcelo Santin e Kellen Simone dos Santos. O Rally Estação acontece de sexta a domingo, entre 19 e 21 de julho. Mais informações estão disponíveis nos sites rallybr.com.br e brderally.com.br . O evento esportivo terá transmissão da Rádio Estação FM 103.1. O projeto Nova Itália RS Rally é financiado pela Lei de Incentivo ao Esporte do Ministério do Esporte, com patrocínio da Tramontina Pro, Cavaletti Cadeiras Profissionais e Master Supermercados, e apoio da Pro Tune, VGraf, HMB Cordial Hyundai e Lussani Multimarcas.

  • Equipe gaúcha conquista terceiro lugar no 11º Campeonato Brasileiro de Karate em Capinzal-SC

    Atletas de Tupanci do Sul, Estação e Getúlio Vargas garantem 36 medalhas em competição nacional A equipe de karate do Rio Grande do Sul alcançou o terceiro lugar no 11º Campeonato Brasileiro de Karate, realizado pela Confederação Esportiva Brasileira de Karate (CEBK), em Capinzal, Santa Catarina, nos dias 12 e 13 de julho. Composta por 39 atletas, sendo 2 de Tupanci do Sul, 5 de Estação e 32 de Getúlio Vargas, a equipe conquistou um total de 36 medalhas, marcando presença significativa no evento que contou com a participação de 300 atletas de seis estados brasileiros. Os atletas gaúchos, majoritariamente do município de Getúlio Vargas, representaram o estado pela primeira vez em uma competição de grande porte. A equipe trouxe 36 medalhas, sendo 12 de ouro, 13 de prata e 11 de bronze. Destaques Individuais Sensei Jota : Campeão em kumite (luta), vice-campeão em kata, terceiro lugar em kata equipe e kata equipe misto. Sandra Mara Volinski : Campeã em kata e kumite. Maria Eduarda Volinski : Campeã em kumite, vice-campeã em kata individual e equipe, terceiro lugar em kata equipe misto. Brayan Vooss Deecken : Vice-campeão em kata individual e kumite equipe, terceiro lugar em kata equipe masculino e misto e kumite individual. William Rossetto Scolari : Vice-campeão em kata e kumite individual, terceiro lugar em kata equipe. Anderson Rech : Campeão em kumite. Resultados por Equipe Kata Infantil Masculino : Vice-campeão (Gabriel Bordin, Davi Bellini e Estevan Lemos). Kata Infantil Feminino : Vice-campeã (Bianca Braciak, Maria Alice Sabadini e Nathy Anne de Pierre Adam). Kata Infanto Juvenil Feminino : Vice-campeã (Maria Luiza Rosa Menegon, Anna Alice Vieira e Thauana Vieira). Kata Adulto Feminino : Vice-campeão (Maria Eduarda Volinski, Ana Clara Frumi Constantino e Ana Ferreira). Kata Adulto Masculino : Terceiro lugar (Sensei Jota, Brayan Vooss Deecken e William Rossetto Scolari). Kata Misto : Terceiro lugar (Sensei Jota, Brayan e Maria Eduarda). Kumite Infanto Juvenil Feminino : Vice-campeã (Anna Alice Vieira, Gabrieli Boscheto e Maria Luiza Rosa Menegon). Kumite Juvenil Masculino : Vice-campeã (Pedro Magrini, Thauan Giaretta Maier e Brayan). A participação expressiva dos atletas gaúchos no campeonato brasileiro também serve como preparação para os próximos desafios. A equipe está focada no Campeonato Mundial de Karate IAKU e no Pan-Americano PKC, que serão realizados em Fortaleza, Ceará, em novembro deste ano. A equipe busca apoio para viabilizar a participação de seus atletas nesses eventos de nível mundial.

  • Senac Erechim abre inscrições para curso gratuito de cabeleireiro assistente com 230 horas de formação

    Curso abrange técnicas de corte, coloração e atendimento ao cliente, destinado a pessoas interessadas na área da beleza O Senac Erechim está com inscrições abertas para o curso gratuito de Cabeleireiro Assistente, com uma carga horária total de 230 horas. A formação é voltada para quem deseja ingressar na área da beleza, oferecendo aprendizado em técnicas básicas e avançadas, como cortes, penteados, coloração e tratamento capilar. Detalhes do curso O curso inclui treinamento em técnicas de corte, penteados, colorimetria, descoloração, tratamentos capilares, higiene, biossegurança e atendimento ao cliente, além de noções de empreendedorismo. As aulas acontecem no período noturno, de segunda a quinta-feira, das 19h às 22h. Requisitos e inscrições Para participar, é necessário ter pelo menos 18 anos, ensino fundamental completo e disponibilidade para frequentar as aulas no horário especificado. As inscrições estão abertas e podem ser realizadas na unidade do Senac Erechim ou pelo site oficial ( senacrs.com.br/erechim ). As vagas são limitadas e preenchidas por ordem de inscrição. Serviço Curso:  Cabeleireiro Assistente Carga horária:  230 horas Local:  Senac Erechim Inscrições:  Abertas até o preenchimento das vagas Informações e inscrições:  Escola Senac Erechim, pelo site e pelo telefone (54) 3522-2999

bottom of page