ÚLTIMAS NOTÍCIAS

1/1

LUTO: Morre soldado da Brigada Militar natural de Getúlio Vargas

Morreu no início da noite deste sábado (06) o Policial Militar Jlhonatan Caverzan Grendene Maximovitz. O soldado foi atropelado durante uma ocorrência na tarde deste sábado (06), quando tentava abordar dois fugitivos que teriam efetuado arremessos ao Presídio Estadual de Erechim.

Os homens teriam sido flagrados por câmeras de segurança no momento em que arremessavam os pacotes ao presídio. Em seguida fugiram com um veículo GM/Monza.

As guarnições iniciaram buscas pelo veículo e montaram um bloqueio na paralela da BR 153. Os criminosos tentaram furar a barreira policial, momento em que atropelaram o policial. O Monza usado pelos criminosos bateu em um automóvel Fiat/Tipo. A dupla ainda tentou fugir a pé, mas acabou presa.

O soldado, de 28 anos, foi socorrido inconsciente pelo Corpo de Bombeiros ao Hospital de Caridade, mas não resistiu e acabou falecendo na Unidade de Terapia Intensiva.

Natural de Getúlio Vargas, Jhonatan Maximovitz deixa esposa, familiares e amigos enlutados. Informações sobre os atos fúnebres ainda não foram divulgados.


Diante do ocorrido, 13º Batalhão de Polícia MIlitar divulgou a seguinte nota:


É com profundo pesar que a Brigada Militar comunica o falecimento do Soldado Jonathan Maximovitz. Ele estava de serviço na tarde de hoje (06/03), quando na tentativa de abordagem a um veículo, onde estavam autores de arremessos de objetos ao Presídio de Erechim, foi atropelado pelos mesmos. O militar foi socorrido mas não resistiu aos ferimentos.

O Soldado Maximovitz entrou nas fileiras da BM em 2016 e estava lotado no 13º BPM.

A BM se solidariza com os familiares e amigos do Soldado Maximovitz neste momento tão difícil.


Pelas redes sociais, o governador Eduardo Leite e o vice-governador e secretário de segurança pública Ranolfo Vieira Júnior lamentaram a morte do soldado.







Fonte: Portal Tchê

VEJA TAMBÉM