ÚLTIMAS NOTÍCIAS

1/1

Inter vence Olimpia e só goleada tira classificação na Libertadores


Foto: Ricardo Duarte / Inter

O Internacional derrotou o Olimpia por 1 a 0, hoje (20), no Estádio Manuel Ferreira, em Assunção (Paraguai), pela quinta rodada do Grupo B da Copa Libertadores. O resultado levou o Colorado à liderança, com nove pontos e praticamente classificado para as oitavas de final.


Em um jogo de pouca imaginação no primeiro tempo, mas de muita intensidade na reta final, o Inter aproveitou bem o fato de jogar metade do segundo tempo com um jogador a mais e conseguiu o triunfo graças a um gol de Yuri Alberto. Essa foi a primeira vitória colorada fora de casa na atual edição da Libertadores.


Com a liderança da chave, o Inter depende de apenas um ponto na última rodada, no Beira-Rio, contra o Always Ready (BOL), no dia 26, para se classificar. O segundo lugar do Grupo B pertence ao Deportivo Táchira, com os mesmos nove pontos. O time boliviano soma seis ao lado do Olimpia.


Mesmo com uma derrota na última rodada, o Inter tem grande possibilidade de se classificar, pois tem 10 gols a mais de saldo que a equipe boliviana e 12 a mais que os paraguaios. Já o Olimpia precisará derrotar o Táchira, em casa, em sua última partida e tirar uma diferença de seis gols de saldo em relação aos venezuelanos.


Antes de voltar as atenções para a Libertadores, o Inter tem uma partida importante. No próximo domingo (23), o Colorado enfrenta o Grêmio, na Arena, pela segunda partida da decisão do Campeonato Gaúcho. O título estadual só virá com um triunfo por dois gols de diferença, já que, na ida, os tricolores ganharam por 2 a 1 no Beira-Rio. Se vencer por um gol, a disputa irá para os pênaltis.


O melhor: Moisés foi o mais incisivo


O Inter teve trabalho para furar a defesa do Olimpia, e nem mesmo a formação com três atacantes levou grande perigo ao gol paraguaio. Com isso, o lateral Moisés foi peça importante com sua presença no setor ofensivo. No primeiro tempo, deu um chute perigoso para boa defesa de Aguilar. E no lance decisivo da partida, fez o cruzamento para Marcos Guilherme ajeitar para Yuri Alberto concluir para o gol.


Equilíbrio marca o início do embate


Os primeiros 15 minutos de jogo não têm o domínio evidente de um time. Enquanto o Inter não abre mão de jogar com a bola no chão, o Olimpia tentava alongar mais suas tentativas de ataque. Em uma delas, quase abriu o placar com Recalde, que foi lançado e apareceu livre à frente de Marcelo Lomba. O goleiro colorado abafou o lance na linha da grande área. O Inter também teve uma oportunidade clara que foi desperdiçada por Thiago Galhardo. Ele apareceu bem entre a zaga paraguaia, mas cabeceou por cima do gol após receber um cruzamento perfeito de Palacios.


O gol não parecia um objetivo


Até os 30 minutos do primeiro tempo, o Inter tinha muito mais a posse de bola. Mas mesmo com 70% de jogadas à sua disposição, o Colorado estava bem marcado pelos jogadores do Olimpia. Com os laterais bem postados e cobertura atenta, os paraguaios não permitiram mais grandes jogadas pelas pontas. Com os atacantes fazendo papel figurativo, sobrou para um chute de meia distância o melhor lance de perigo do período. Moisés arriscou da intermediária, mas o goleiro Aguilar, bem colocado, mandou a bola para escanteio.


Olimpia melhor na reta final


Embora tenha praticamente assistido ao Inter jogar no primeiro tempo, o Olimpia foi para cima na reta final. E criou duas boas oportunidades, ainda que elas não tenham exigido nenhum esforço do goleiro Marcelo Lomba. Aos 33 minutos, Otálvaro limpou a marcação pelo lado direito da área, mas finalizou por cima do gol. Quatro minutos depois, veio um lance mais perigoso. Estigarribia pegou um rebote da defesa na entrada da área e tocou para Ivan Torres pela esquerda. O lateral aproveitou o vacilo de marcação de Saravia e chutou forte passando por cima do travessão. Ficou apenas o susto para o arqueiro colorado.


Inter volta mais produtivo


Se o Inter deixou a desejar no primeiro tempo, voltou do intervalo tentando apagar a improdutividade. Apareceu duas vezes no ataque logo no começo da etapa final, mas o melhor ainda estava por vir. Com as entradas de Maurício e Yuri Alberto, o Colorado se tornou mais impetuoso, mas demorava para chegar à área adversária. A melhor chance aconteceu aos 22 minutos em uma cobrança de falta. A bola estava na meia-lua, e Cuesta chutou no canto esquerdo, bem defendido por Aguilar. A bola seguiu com o Colorado, foi lançada para a área e chegou novamente a Cuesta, que bateu de primeira para fora.


Inter desperdiça melhor chance


No lance que originou a falta para o chute de Cuesta, o zagueiro Salcedo foi expulso por ter desviado a bola com a mão (segundo cartão amarelo). E vendo o adversário com um a menos em campo, o Inter pôde se lançar mais ao ataque, criando sua melhor chance logo aos 25 minutos. Com um belo passe entre a zaga, Taison deixou Maurício de frente para o gol do lado esquerdo da área. O meia chutou forte e cruzado, mas Aguilar fez grande defesa, espalmando para o lado.


Goleador resolve para o Colorado


Os últimos minutos foram de muita intensidade por parte do Inter. Ainda que tenha se livrado de um contra-ataque perigoso de Pitta, não teve medo e partiu para a vitória. Perdeu uma grande chance com Yuri Alberto, aos 32 minutos, cara a cara com Aguilar. Mas o centroavante nao se abateu de definiu o triunfo cinco minutos mais tarde. Aproveitando uma das várias bolas lançadas para a área, Marcos Guilherme ajeitou para Yuri Alberto, que, próximo da marca do pênalti, bateu rasteiro e de primeira no canto esquerdo. Ele pegou o goleiro Aguilar no contrapé, marcando o gol da vitória do Inter.

  • Ficha Técnica

  • Olimpia 0 x 1 Inter

  • Motivo: 5ª rodada do Grupo B da Copa Libertadores da América

  • Data: 20 de maio de 2021 (quinta-feira)

  • Horário: 21h (horário de Brasília)

  • Local: Estádio Manuel Ferreira, em Assunção (Paraguai)

  • Árbitro: Nestor Pitana (ARG)

  • Assistentes: Gabriel Chade e Ezequiel Brailovsky

  • Cartões amarelos: Ivan Torres, Santacruz, Salcedo (Olimpia); Edenilson, Yuri Alberto, Marcos Guilherme (Inter)

  • Cartão vermelho: Salcedo (Olimpia); Yuri Alberto (Inter)

  • Gols: Yuri Alberto, aos 37 minutos do segundo tempo

  • Olimpia: Aguilar; Otálvaro, Salcedo, Cáceres e Iván Torres; Ojeda (Rodrigo Rojas), Estigarribia (Santacruz), Quintana (Camacho), Ortiz; Recalde (Alejandro Silva) e Walter González (Pitta). Técnico: Sergio Orteman

  • Inter: Marcelo Lomba; Saravia, Lucas Ribeiro, Cuesta e Moisés; Rodrigo Dourado (Rodrigo Lindoso), Edenilson (Praxedes) e Taison; Palacios (Yuri Alberto), Thiago Galhardo (Maurício) e Caio Vidal (Marcos Guilherme). Técnico: Miguel Angel Ramírez.

Fonte: UOL

VEJA TAMBÉM