top of page

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Governo do RS lança programa de acesso à tecnologia da informação e comunicação

Na tarde desta sexta-feira (31/03), o Governo do Estado do Rio Grande do Sul lançou o programa Acesso RS, que oferecerá 2 mil vagas em cursos de programação para diferentes públicos atendidos pelos departamentos da Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (SJCDH). A iniciativa, apresentada no RS Innovation Stage, palco do South Summit Brazil 2023, terá um investimento de R$ 390 mil em recursos do orçamento da pasta.


Em parceria com as Secretarias da Educação (Seduc) e de Inovação, Ciência e Tecnologia (Sict), o objetivo do programa é fornecer cursos introdutórios em tecnologia da informação e comunicação para as carreiras relacionadas. O governador Eduardo Leite destacou a importância de oportunidades ligadas à inovação e que ampliem a produtividade econômica.


O programa Acesso RS busca oferecer oportunidades para todos, especialmente para aqueles que foram marginalizados ao longo da história. O secretário da SJCDH, Mateus Wesp, destacou a transversalidade do projeto e a perspectiva de formar 56 mil pessoas até o final de 2026 nos cursos que serão ofertados.


A Seduc disponibilizará espaços em escolas públicas, principalmente por meio da utilização dos Núcleos de Inovação do Trabalho, que contam também com professores dedicados a este espaço e que podem servir como mentores no processo de suporte aos cursos.


A secretária da Educação, Raquel Teixeira, avaliou a parceria como necessária, especialmente em tempos de crises econômicas, ambientais e sanitárias que afetaram profundamente a educação para o trabalho. Visando à efetividade do programa, a Sict prospectará empresas que ofertem vagas de trabalho para os alunos formados, por meio dos oito ecossistemas de inovação do Estado no âmbito do Programa INOVA RS.


O programa Acesso RS tem como foco o letramento digital de pessoas em situação de vulnerabilidade, com a maior parte das vagas destinadas a jovens estudantes. Nessa primeira edição, serão contempladas as Coordenadorias Regionais de Educação (CREs) de Porto Alegre, Caxias, Ijuí, Uruguaiana, Pelotas e Santa Maria. A perspectiva para os próximos anos é alcançar o número de 56 mil pessoas formadas até o final de 2026.


As vagas serão distribuídas para diferentes públicos atendidos pelos departamentos da SJCDH, incluindo adolescente e juventude, justiça/pessoa idosa e família, mulheres, igualdade étnico racial, diversidade e inclusão e consumidor. A SJCDH irá estudar a melhor forma de contratação de prestadora de serviço especializada para execução dos cursos e as próximas etapas para seleção dos beneficiados serão divulgadas na sequência desse trabalho.

Foto: Gustavo Mansur / Secom

Comments


VEJA TAMBÉM

bottom of page