ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Getúlio Vargas e região estão na bandeira laranja no modelo de distanciamento controlado

Na classificação prévia divulgada na sexta (5), 13 regiões estão com alto risco epidemiológico

Na semana em que completa nove meses, o modelo de Distanciamento Controlado, lançado no dia 10 de maio de 2020, indica que a maioria das regiões está com alto risco para esgotamento da capacidade hospitalar e velocidade de propagação do vírus no mapa preliminar da 40ª rodada.


Divulgada nesta sexta-feira (5), a classificação prévia traz 13 regiões em bandeira vermelha – duas a mais do que na rodada anterior. As outras oito regiões receberam bandeira laranja.


Veja a classificação prévia da 40ª rodada em distanciamentocontrolado.rs.gov.br.


Entre os indicadores monitorados pelo sistema de enfrentamento à pandemia, chamam a atenção a redução no número de pacientes confirmados com coronavírus em leitos clínicos (-7%) e um leve aumento nos leitos de UTI (+3%). Contabilizando o pequeno aumento do total de leitos e também dos confirmados com Covid-19 em UTI, verifica-se estabilidade no número total de leitos de UTI ocupados em todo o Rio Grande do Sul.


Na 40ª semana do Distanciamento Controlado, houve também redução nos registros de novas hospitalizações (-19%), de casos ativos (-17%) e de óbitos por Covid-19 (-15%).


Embora os dados indiquem estabilização e a vacinação será ampliada com a expectativa de envio de novas doses ao Rio Grande do Sul neste final de semana, as cores do mapa preliminar alertam para a gravidade da situação no Estado.


Com a proximidade do Carnaval, o Gabinete de Crise chama a atenção para que os gaúchos sigam respeitando os protocolos, principalmente quanto à higienização constante, evitar aglomerações e uso obrigatório de máscara em todas as bandeiras.


R16: de vermelha para laranja


Dentre as alterações mais significativas da região de Erechim, a qual pertence Getúlio Vargas, destacam se a redução de 67% no número de óbitos nos últimos sete dias (de três para um); queda de 53% no número de hospitalizações confirmadas para Covid-19 registradas nos últimos sete dias (de 17 para oito casos) e número de hospitalizações confirmadas para Covid-19 por 100 mil habitantes (de 7,08 para 3,33); bem como no aumento de 30% de leitos de UTI livres por leitos de UTI ocupados por pacientes Covid (de 0,55 para 0,72). Contribuiu para a região de Erechim vir a ser avaliada em bandeira de risco menor o fato de o indicador de incidência de hospitalização estar avaliado na cor laranja nesta semana, o que fez a salvaguarda da bandeira vermelha da macrorregião Norte não ser aplicada para a região.


Clique aqui e acesse a nota técnica com as justificativas de classificação das regiões.


Destaques da 40ª rodada

  • O número de novos registros semanais de hospitalizações confirmadas com Covid reduziu 19% entre as duas últimas semanas (961 para 783);

  • O número de internados em UTI por síndrome respiratória aguda grave (SRAG) aumentou 4% no Estado entre as duas últimas quintas-feiras (931 para 970);

  • O número de internados em leitos clínicos com Covid no RS reduziu 7% entre as duas últimas quintas-feiras (973 para 902);

  • O número de internados em leitos de UTI com Covid no RS aumentou 3% entre as duas últimas quintas-feiras (793 para 813);

  • O número de leitos de UTI adulto livres para atender Covid no RS aumentou 1% entre as duas últimas quintas-feiras (de 687 para 697);

  • O número de casos ativos reduziu 17% entre as últimas semanas consideradas (de 23.533 para 19.470);

  • O número de registros de óbito por Covid reduziu 15% entre as duas últimas quintas-feiras (de 371 para 314);

  • As regiões com maior número de novos registros de hospitalizações nos últimos 7 dias, por local de residência do paciente, são Porto Alegre (151), Caxias do Sul (127), Passo Fundo (66) e Canoas (51).

Comparativo: situação entre 7 de janeiro e 4 de fevereiro

  • O número de novos registros semanais de hospitalizações confirmadas com Covid reduziu 50% no período (1.567 para 783);

  • O número de internados em UTI por SRAG reduziu 4% no Estado no período (1.008 para 970);

  • O número de internados em leitos clínicos com Covid no RS reduziu 21% no período (1.147 para 902);

  • O número de internados em leitos de UTI com Covid no RS reduziu 6% no período (869 para 813);

  • O número de leitos de UTI adulto livres para atender Covid no RS aumentou 15% no período (de 605 para 697);

  • O número de casos ativos reduziu 28% no período (de 27.200 para 19.470);

  • O número de óbitos por Covid acumulados em 7 dias reduziu 25% no período (de 421 para 314).

Fonte: Imprensa governo do RS

VEJA TAMBÉM

1212.png
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca Ícone Spotify

Radio Sideral Ltda. © Copyright 2020. Desenvolvido por Produuza Web