top of page

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Getúlio Vargas decreta Situação de Emergência devido à estiagem prolongada

Município do Rio Grande do Sul sofre com prejuízos na agricultura e na pecuária, além da escassez de água nas propriedades rurais, afetando cerca de 550 famílias

 

A cidade de Getúlio Vargas está sofrendo com os efeitos da seca e da estiagem desde meados de outubro de 2022. O prefeito Mauricio Soligo decretou Situação de Emergência no município, por meio do decreto n.º 3.824, de 17 de fevereiro de 2023, devido aos prejuízos causados na agricultura e na pecuária local, bem como à falta de água nas propriedades rurais, que está afetando cerca de 550 famílias.

O parecer técnico da Emater apontou perdas significativas nas lavouras de milho grão, milho silagem, soja, feijão e leite. Além disso, há escassez e falta total de água nas fontes naturais e açudes, que abastecem o consumo humano e animal. A mobilização de todos os órgãos municipais está autorizada para atuarem sob a coordenação da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil nas ações de resposta ao desastre, reabilitação do cenário e reconstrução.

Voluntários também poderão ser convocados para reforçar as ações de resposta ao desastre e campanhas de arrecadação de recursos poderão ser realizadas junto à comunidade para facilitar as ações de assistência à população afetada pelo desastre.

A Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil do Rio Grande do Sul produziu diversos materiais e orientações para auxiliar a população e os administradores locais a lidar com a situação de emergência provocada pela seca no Estado. Confira no link.


Comentarios


VEJA TAMBÉM

bottom of page