top of page

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Expodireto Cotrijal bate recorde de negócios e público em 2024

Feira movimentou quase R$ 8 bilhões e recebeu mais de 377 mil visitantes em cinco dias

 

A 24ª Expodireto Cotrijal, realizada entre os dias 4 e 8 de março de 2024, em Não-Me-Toque, foi encerrada com recorde de comercialização e público. Em cinco dias de feira, foram movimentados R$ 7.922.290,00, um aumento de 12,48% em relação aos R$ 7,043 bilhões registrados em 2023. O número de visitantes também cresceu 17,82%, passando de 320,5 mil para 377.600 pessoas.

Os dados foram divulgados em uma coletiva de imprensa, na tarde da sexta-feira (8), no Auditório Central. O presidente da Cotrijal, Nei César Manica, disse que o resultado superou as expectativas da direção da Cooperativa e anunciou que a próxima edição da feira será entre os dias 10 e 14 de março de 2025.

“Em 2025, queremos superar todos os números deste ano. Já estamos pensando na ampliação do parque. Temos a certeza de que juntos vamos fazer uma feira ainda maior e melhor no próximo ano”, afirmou Manica.

Nesta edição, os bancos movimentaram R$ 7,1 bilhões, 13,17% a mais do que em 2023. Os negócios com recursos próprios somaram R$ 500 milhões, uma queda de 12,28%. O Pavilhão Internacional registrou R$ 226,6 milhões em negócios, um crescimento de 97,15%. O destaque foi um grupo chinês que fechou R$ 120 milhões em negócios com empresários do Tocantins que atuam na cadeia do açúcar. O Pavilhão da Agricultura Familiar comercializou R$ 3 milhões, uma elevação de 16,46%. A feira contou com um total de 577 expositores em uma área de 131 hectares.

A Expodireto Cotrijal também recebeu autoridades políticas e representantes de entidades do setor. O vice-presidente da Cotrijal, Enio Schroeder, agradeceu a presença dos jornalistas que cobriram a feira. “No primeiro ano da Expodireto tivemos apenas um assessor de imprensa. Hoje, 450 jornalistas cobrem a feira”, disse Schroeder.

O prefeito de Não-Me-Toque, Gilson dos Santos, relatou o plano de expandir a Expodireto Cotrijal com a ajuda do Município e do governo do Estado. “Vamos levar adiante esse projeto, de transformar a Expodireto na maior feira do agronegócio na América Latina. Já somos os melhores em qualidade, organização e vamos ser os maiores. A partir de segunda-feira o nosso compromisso de estar lado a lado com vocês”, disse Santos.

O secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Ernani Polo, afirmou que para o governo gaúcho a feira é essencial para o desenvolvimento do agronegócio. “A Expodireto não somente deve ser medida pelo número de negócios que ocorreram durante a feira, pois muitos ainda vão ser concretizados depois. A Expodireto contribui para o desenvolvimento do agro gaúcho e brasileiro com muita inovação e tecnologia”, disse Polo.

Comentarios


VEJA TAMBÉM

bottom of page