top of page

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Departamento de Vigilância e Defesa Sanitária Animal discute ações de prevenção à gripe aviária

O Departamento de Vigilância e Defesa Sanitária Animal (DDA) realizou uma reunião nesta sexta-feira (31/3) com as supervisões regionais da Secretaria da Agricultura, Pecuária, Produção Sustentável e Irrigação (Seapi), além de membros dos grupos técnicos de Sanidade Avícola e Educação Sanitária. O objetivo da reunião foi avaliar as ações de vigilância em influenza aviária e alinhar estratégias à luz da Portaria 572 do Ministério da Agricultura.


A portaria, publicada no Diário Oficial da União em 29 de março, proíbe a realização de feiras e exposições de aves em todo o território nacional por 90 dias. Além disso, determina que as aves criadas livremente devem ficar 90 dias sem acesso aos piquetes, abrigadas em local telado.


O chefe da Divisão de Defesa Sanitária Animal, Fernando Groff, explicou que o estado já tem uma instrução normativa, de fevereiro, com esse regramento.

"Quando acabar o prazo da instrução estadual, continuamos com a suspensão dos eventos tendo como base a portaria federal", afirmou.

A fiscal estadual agropecuária Ananda Paula Kowalski, do Programa Estadual de Sanidade Avícola, destacou que outra determinação da portaria ministerial é para o recolhimento das criações nos galpões, nesse período de maior risco.

"Nós já havíamos feito uma nota técnica, em caráter recomendatório, para o recolhimento das criações nos galpões, nesse período de maior risco", informou.

Com relação às atividades de vigilância ativa, o Serviço Veterinário Oficial do Rio Grande do Sul já acumula 1.315 ações desde janeiro de 2023, com estimativa de 1 milhão de aves observadas. Além disso, foram realizadas 778 ações de educação sanitária, com alcance estimado de 21 mil pessoas.


A influenza aviária é uma doença viral altamente contagiosa que afeta aves, podendo ser transmitida para humanos. Por isso, é fundamental que sejam adotadas medidas preventivas para evitar a propagação da doença. O DDA segue trabalhando na promoção da saúde animal e humana, em parceria com as autoridades estaduais e federais.

Foto: Fernando Dias/Ascom Seapi

Comentarios


VEJA TAMBÉM

bottom of page