ÚLTIMAS NOTÍCIAS

1/1

Covid-19: Governo do Estado acolhe plano de ação da AMAU


Foto: Imprensa AMAU

Grupo de Trabalho e Gabinete de Crise do executivo gaúcho acolheram as medidas INICIAIS propostas regionalmente. Enquanto isso, direção da Associação de Municípios e Comitê de Atenção ao Coronavírus dialogam com hospitais e setores produtivo, religioso e educacional para definir possível adoção de novas ações.


O governo do Estado acolheu o plano de ação da AMAU que visa conter o avanço da pandemia do novo coronavírus na região. As medidas construídas com base em dados epidemiológicos e técnicos, levantados pelo Comitê de Atenção ao Coronavírus da entidade, foram encaminhadas na sexta-feira (28) ao Grupo de Trabalho (GT) Saúde estadual, que havia indicado ‘Alerta’ à R16 (que inclui os municípios da AMAU + Nonoai e Rio dos Índios). Com isso, seguem valendo as restrições divulgadas no fim-de-semana.


No entanto, preocupada com os números da doença no Alto Uruguai, a direção da AMAU e representantes do Comitê técnico estão dialogando com diversos setores buscando alavancar apoio nas ações de prevenção e enfrentamento da pandemia. Na sexta, o encontro foi com a Mitra Diocesana. No domingo (31), lideranças empresariais estiveram reunidas com o presidente Paulo Polis e Jackson Arpini, do Comitê - ocasião em que receberam dados atualizados, e acordaram em reforçar ações de divulgação e que visam conscientizar as pessoas quanto ao respeito aos protocolos sanitários vigentes.


Nesta terça-feira (1º), será a vez de conversar e ouvir dirigentes de escolas e 15ª Coordenadoria de Educação, além do Conselho dos Pastores.


O Comitê seguirá monitorando a evolução dos indicadores regionais diariamente e, se até quarta-feira (2) o número de casos continuar crescendo, não descarta a possibilidade de medidas mais restritivas, que serão construídas em conjunto com o colegiado dos prefeitos e secretários de Saúde.


Sem feriadão


Com base no cenário atual da pandemia, a AMAU também orienta os municípios para que não decretem ‘feriadão’ (estendendo o feriado de quinta-feira, 3), a fim de evitar aglomeração e migração de pessoas.


Fonte: Imprensa AMAU

VEJA TAMBÉM