ÚLTIMAS NOTÍCIAS

1/1

Confira como foi o retorno às aulas presenciais em Erebango


A manhã desta segunda-feira (3) registrou um clima diferente nas instituições municipais de ensino em Erebango.


Os estudantes carregavam muito mais que materiais. Isso porque, a habitual máscara, adereço aliado fundamental na prevenção da covid-19, não escondeu a expectativa, o olhar ansioso e a alegria de retornar ao convívio escolar.


Adaptações e otimismo


Do mesmo modo, estavam os educadores, que recepcionaram a todos, seguindo os protocolos e cuidados rígidos para evitar a contaminação pelo Coronavírus.


A diretora da Escola de Educação Infantil Vó Alma, Sandra Mara Bortoli, comentou que toda equipe está muito animada com esse processo de reabertura. “As famílias entenderam todas as adaptações necessárias, inclusive de turno, sendo que não está permitido o período integral na escola. Serão ainda mais desafiadores esses primeiros dias, mas vale salientar que o período de adaptação das crianças é normal em todos os outros anos. Temos a esperança que tudo vai dar certo. O desejo é que possamos prosseguir até o fim do ano letivo”, afirmou a diretora.


Sandra salientou que a maior preocupação é fazer o máximo possível para evitar contaminações. “O medo existe, contudo, precisamos acreditar, se cuidar e seguir, afinal, a vida não pode parar. Assim como todos os outros problemas, devemos enfrentar e reorganizar o modo de trabalho, priorizando a segurança de todos”, ressaltou.


Foco no cuidado e na qualidade da aprendizagem


A preocupação é compartilhada pela diretora da Escola 11 de Abril, Lorenice Glovacki, que reiterou a alegria em receber os alunos novamente, ao considerar a necessidade de retornar às práticas presenciais. “Eles precisam da nossa ajuda como professores, pois no ano passado houve muita dificuldade e percebemos que a aprendizagem não está de acordo com o que esperávamos. Por isso, recebemos a todos com muita perseverança e pedimos a Deus que abençoe nossa escola para que possamos prosseguir nesse caminho, para obtermos em breve, resultados ainda mais positivos, conforme nossos objetivos”, destacou.


Lorenice aproveita para reforçar o pedido às famílias para que, antes de sair de casa, seja incentivado o uso da máscara e todos os demais cuidados de prevenção à covid-19.

Na Escola 11 de Abril, do 1º ao 5º ano, como o número de alunos é mais expressivo, as turmas foram subdivididas em grupos, para intercalar as atividades presenciais e também à distância (uma semana em cada sistema).


Já os estudantes que estão entre o 6º e o 9º ano, participam normalmente das aulas na escola.


Em caso de dúvidas ou mais informações, os responsáveis podem contatar pelos telefones: 99949 4244 (Escola Vó Alma) ou 99924 3278 (Escola 11 de Abril).

VEJA TAMBÉM