ÚLTIMAS NOTÍCIAS

1/1

Comitê Regional de Atenção aoCoronavírus da AMAU destaca a importância da imunização


O Comitê Regional de Atenção ao Coronavírus da AMAU realizou uma reunião extraordinária nesta quinta-feira (05) para avaliar o cenário pandêmico da região monitorada e a classificação do Estado de alerta para 17 regiões.


Os membros do colegiado avaliaram o número de casos ativos, atualmente em 223 casos e as taxas de ocupação das estruturas hospitalares de Erechim (FHSTE e HCE) e dos hospitais da região. Atualmente a região, que possui aproximadamente 240 mil habitantes, está com 26 pacientes internados em decorrência da Covid.


Na avaliação dos indicadores também verificaram os números positivos da Campanha Nacional de Imunização contra a Covid, sendo que 151.145 pessoas já receberam a primeira dose (63,35%) e 76.647 a segunda dose e esquema vacinal completo (32.13%).

Segundo os membros do comitê regional a situação do processo pandêmico melhorou significativamente na R16, porém, ainda estamos diante da pandemia e em classificação de aviso.


Mediante a nova metodologia do Estado, o aviso significa que o sistema detecta uma tendência e o GT Saúde emite um aviso para o respectivo comitê técnico regional. Nesse caso a região deve redobrar a atenção das ações de prevenção e enfrentamento.

Face ao novo cenário os membros avaliaram os protocolos sanitários variáveis, com possibilidade de flexibilização, de forma gradual e com base nos indicadores regionais, que no momento apresentam-se satisfatórios.


A R16 está classificada como a melhor região entre as 21 regiões sobre a ótica do processo pandêmico, com menor taxa de Letalidade Aparente, na ordem de 1,49%.


O comitê regional chama a atenção para a importância da imunização contra a Covid, conclamando todas as pessoas que observem a faixa etária e realizem a sua vacinação, pela sua importância para a prevenção e, consequentemente, para salvar vidas.


Para Jackson Arpini, integrante do comitê regional, os indicadores apontam um cenário satisfatório, mas reitera que estamos diante do ‘temido’ coronavírus e, nesse caso, os números podem se alterar mediante negligência e descuido por parte da população.


“Estamos no caminho certo e precisamos persistir nessa trajetória. Prevenção e imunização vão possibilitar transpor o cenário pandêmico”.

VEJA TAMBÉM