ÚLTIMAS NOTÍCIAS

1/1

Comitê Regional da AMAU orienta a adoção da cogestão pela quarta semana consecutiva


O Comitê Regional de Atenção ao Coronavírus da AMAU realizou uma reunião extraordinária, nessa segunda-feira (1º) para avaliar a deliberação do Sistema de Distanciamento Controlado/RS, que indicou bandeira vermelha para a R16, e a possibilidade de adoção da ferramenta legal da cogestão.


Após avaliação criteriosa de vários indicadores do sistema estadual e da Plataforma Regional de Monitoramento o colegiado emitiu um parecer orientador pela adoção da gestão compartilhada nessa semana.


Na análise foram observadas criteriosamente as válvulas de segurança do Plano Estruturado de Prevenção e Enfrentamento da Epidemia do Coronavírus (AMAU), entre elas o número de casos ativos, taxas de ocupação dos leitos hospitalares e óbitos, entre outros indicadores, comparativos, paralelos e gráficos.


Os membros do comitê observaram que os indicadores da semana estavam muito semelhantes aos da semana passada, que possibilitou a adoção da cogestão. “Verificamos pequenas oscilações para mais e para menos nos indicadores, mas, ainda, nossos números possibilitam a adoção da gestão compartilhada”, pontua Jackson Arpini, membro do comitê regional.


A média ponderada aferida pelo Sistema de Distanciamento Controlado ficou na ordem de 1,29 melhor classificada que a dos municípios sede que integram a macrorregião como Passo Fundo (1,66) e Palmeira das Missões (1,64).


Outros dados regionais foram observados como comparativos com o estado e macrorregião, regiões e suas classificações, casos recuperados e ativos, início do processo de imunização, taxa de recuperação e letalidade e leitos clínicos regionais.


Os membros do comitê ressaltam que estamos iniciando o processo de imunização na R16, através da vacinação dos grupos prioritários, mas não podemos deixar de adotar as medidas preconizadas de prevenção e, nesse sentido, permanecer em alerta.


A cogestão é uma ferramenta legal que pode ser adotada mediante análise dos indicadores regionais. A R16 possui um plano estruturado aprovado que versa, exclusivamente, sobre a adoção da cogestão quando ocorre deliberação de bandeira vermelha para a região. “Nesse caso, quando adotada, o plano disciplina que a região pode adotar uma bandeira menos restritiva e os protocolos estabelecidos para a bandeira laranja, pontua Arpini.


Também foi alvo de análise que legalmente 22 municípios (64.70%), do total de 34, podem adotar automaticamente uma bandeira menos restritiva, por não apresentarem internações por Covid e nem óbitos nos últimos 14 dias. Também constatamos que do total dos municípios, alvo de monitoramento, 23 municípios possuem menos de três casos ativos, o que dá um percentual de 67,64%.


Fonte: Imprensa AMAU

VEJA TAMBÉM