top of page

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Colegiado de primeiras-damas e de prefeitos da AMAU entregam Touca Inglesa ao Santa Terezinha

Equipamento que diminui a queda de cabelo durante tratamentos quimioterápicos já está disponível para pacientes SUS

Tecnologia de ponta passa a ser ofertada gratuitamente a pacientes em tratamento contra o câncer no Hospital Santa Terezinha de Erechim pelo Sistema Único de Saúde. A Touca Inglesa foi entregue oficialmente nesta terça-feira, 24, pelo colegiado de prefeitos e Primeiras-damas da Associação de Municípios do Alto Uruguai (AMAU), pelo Sicredi e CooperAlfa à direção do Santa. O equipamento permite reduzir ou até mesmo evitar a queda de cabelo provocada pelos efeitos colaterais da quimioterapia.

Uma breve cerimônia foi realizada na Unidade de Oncologia, contando com a presença do presidente da AMAU, o prefeito de Getúlio Vargas, Mauricio Soligo; presidente do colegiado de Primeiras-damas Silvana Bettega; diretores Executivo e Administrativo do Hospital Santa Terezinha, Márcio Antunes Pires e Camila Constanzi Amaral; presidente da Sicredi UniEstados, Adelar Parmeggiani, no ato representando mais seis cooperativas do Sistema Sicredi; gerente da filial de Erechim da Alfa, Eudes Biavatti; Jackson Arpini; as primeiras-damas de Charrua e de Barra do Rio Azul, Dirce Della Betta e Rafaela Sette; colaboradores da AMAU e do Santa Terezinha, e o técnico da Paxman, Rafael Prado, responsável pelo treinamento aos funcionários do hospital.

A aquisição da Touca Inglesa foi uma iniciativa do Colegiado de Primeiras-damas da AMAU e foi adquirida por meio de aporte de capital dos municípios e da cooperação e contribuição financeira de seis cooperativas: Sicredi UniEstados, Sicredi Conexão, Sicredi Altos da Serra RS/SC, Sicredi Sul Minas RS/MG, Sicredi Região da Produção e Cooperativa Alfa.

SONHO REALIZADO

O presidente da AMAU, Mauricio Soligo, agradeceu ao colegiado de primeiras-damas que teve a iniciativa de propor este investimento, às cooperativas parceiras Sicredi e Alfa, à sua diretoria, executivos e assessorias da Associação por tornarem um sonho em realidade.

A presidente do Colegiado de Primeiras-damas da AMAU, Silvana Bettega, também agradeceu as parcerias para a compra do equipamento – Sicredi, Alfa e Municípios - e desejou um bom uso para ele. Segundo ela, foi um sonho alcançado, visando oportunizar às mulheres a possibilidade de manutenção dos cabelos durante a quimioterapia, contribuindo para a sua autoestima.

A primeira-dama de Charrua, Dirce Della Betta, falou da sua gratidão e alegria por estar participando da realização deste sonho. Lembrou que ela mesma passou por um tratamento quimioterápico e só não perdeu seus cabelos porque utilizou também um tipo de touca para evitar a queda. Agradeceu as parcerias com a Alfa e Sicredi e com o Hospital Santa Terezinha. Afirmou que o equipamento vai contribuir muito com a autoestima das pacientes.

GRATIDÃO

Do mesmo modo, a primeira-dama de Barra do Rio Azul, Rafaela Sette, também agradeceu as colaborações para a conquista do equipamento que trará benefícios à população e melhor qualidade de vida às mulheres. “Gratidão a todos”, finalizou.

Também se manifestou Jackson Arpini, elogiando o trabalho do Colegiado de Primeiras-damas, que está tornando um sonho em realidade, além das várias ações outras ações realizadas ao longo dos últimos anos. Lembrou do lançamento da ideia no colegiado, das visitas à Porto Alegre para conhecer o equipamento e afirmou que sua aquisição que só se concretizou devido ao esforço coletivo para ofertar para a comunidade SUS este benefício. Elogiou a parceria com as cooperativas Alfa e Sicredi, que têm atuado em várias ações em prol da comunidade.


A diretora Administrativa do Santa Terezinha, Camila Constanzi Amaral, destacou que o objetivo do hospital é a cura, mesmo que às vezes ela não seja bonita. Por isso, mesmo o cabelo não sendo essencial, é importante para a autoestima e evitar a desistência do tratamento, pois muitas pacientes recusam o tratamento pelo dano colateral da perda do cabelo. Segundo ela, enfrentar o tratamento é um grande desafio, e que pode ser ainda mais difícil quando pacientes apresentam quadros de baixa autoestima e depressão. “A queda de cabelo é um dos efeitos colaterais mais traumatizantes da quimioterapia e causa danos que vão muito além do aspecto visual. As consequências são graves e até podem incidir na desistência do tratamento”, informou Camila. 

O diretor Executivo Márcio Antunes Pires resumiu o ato com uma palavra: gratidão. Ele destacou a humanização e a dignidade do tratamento que passa a ser ofertado a partir de agora por meio deste equipamento, enaltecendo que o Hospital não teria condições de adquiri-lo sozinho. Por isso, agradeceu as parcerias com os prefeitos, primeiras-damas e cooperativas.

QUALIDADE DE VIDA

O gerente da filial de Erechim da Alfa, Eudes Biavatti, agradeceu a oportunidade de a Alfa contribuir com a compra deste equipamento, que trará benefícios à população.

O presidente da Sicredi UniEstados, Adelar Parmeggiani, falou que estava representando 144 mil associados da cooperativa, que abriram mão de parte do seu resultado para ações sociais como esta. Segundo ele, não existe na região empresa que investe tanto no social como o Sicredi. Agradeceu as parcerias com a Alfa e as cooperativas Sicredi de outras regiões, que aportaram valores para a aquisição do equipamento. Lembrou que todos os recursos da cooperativa são investidos na comunidade onde está presente e, por isso, é parceiro de qualquer projeto que faça o bem à comunidade e melhore a qualidade de vida dos associados. Agradeceu por estar fazendo parte deste momento e afirmou que a Sicredi UniEstados segue parceira no que for necessário para melhorar a vida das pessoas.


COMO FUNCIONA

A touca, conectada a uma unidade de refrigeração, é colocada na cabeça do paciente cerca de 30 minutos antes da infusão dos quimioterápicos e mantida em torno de uma hora e meia após ser finalizada, dependendo do protocolo adotado. O sistema resfria o couro cabeludo a uma temperatura em torno de 18°C. Com isso, diminui o fluxo sanguíneo nos folículos capilares e reduz a absorção dos fármacos na região.

Fabricadas em silicone de qualidade médica, as toucas de refrigeração são leves, macias, flexíveis, fáceis de utilizar e estão disponíveis no tamanho P, M e G. Acompanha uma capa de neoprene que atua como isolante térmico e serve para assegurar o contato acertado e firme da touca na cabeça do paciente – fator essencial para um tratamento bem-sucedido.

O sistema, criado no Reino Unido pela empresa Paxman, é o único no Brasil com certificação da FDA (Food and Drug Administration - agência federal do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos EUA), NCCN (National Comprehensive Cancer Network), Anvisa (Agência

Nacional de Vigilância Sanitária) e INMETRO (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia).



コメント


VEJA TAMBÉM

bottom of page