ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Cidades que tiveram estado de calamidade pública reconhecidos irão receber recursos

Getúlio Vargas, Estação, Erebango, Floriano Peixoto e Quatro Irmãos irão receber verbas para a construção de poços e açudes e recuperação de estradas

O Governo do Rio Grande do Sul anunciou, na manhã desta quarta-feira (15), R$ 55,1 milhões para ações que amenizem os problemas causados pela estiagem no estado. O recurso será usado para a perfuração de poços, abertura de açudes e recuperação de estradas.


São R$ 29,1 milhões de emendas parlamentares da Bancada Federal Gaúcha, por meio da Fundação Nacional da Saúde (Funasa); R$ 6 milhões do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR); R$ 10 milhões do tesouro do governo do estado; e outros R$ 10 milhões são do orçamento da Assembleia Legislativa.


Segundo o governador Eduardo Leite, todos os 412 municípios que tiveram situação de emergência reconhecida receberão ao menos um poço ou açude. O recurso da Funasa será distribuído entre 211 municípios afetados pela seca, que receberão cerca de R$ 137,9 mil cada. Já os R$ 10 milhões do governo servirão para a perfuração de 50 poços e o pagamento de horas-máquinas em 53 cidades. Os outros R$ 10 milhões, oriundos da AL-RS, serão destinados à perfuração de 55 poços e à construção de 1.025 açudes em 102 municípios – cada um receberá 10. Os R$ 6 milhões do MDR serão destinados também à perfuração de poços em 85 municípios.


Getúlio Vargas, Ipiranga do Sul, Sertão, Floriano Peixoto e Quatro Irmãos receberão recurso da Funasa no valor de R$ 29.100.000 cada município. Estação recebe recurso da Assembleia Legislativa do Estado, de R$ 3.850.000 e Erebango, da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural e Ministério do Desenvolvimento Rural, no valor de R$ 6 mil reais.


Confira a lista de municípios, valor e origem da veba aqui.

VEJA TAMBÉM

1212.png
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca Ícone Spotify

Radio Sideral Ltda. © Copyright 2020. Desenvolvido por Produuza Web