top of page

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Atenção produtores: Calendário da declaração anual de rebanho é reduzido em 2024 (Olho Vivo | 19/03/2024)

Produtores rurais devem estar atentos ao novo prazo, que vai de abril a junho

 

Divulgado recentemente, o novo calendário da declaração anual de rebanho, tem, para este ano, um período significativamente mais curto em comparação aos anos anteriores. Joline, responsável pela Inspetoria Veterinária de Getúlio Vargas, alertou os produtores durante uma entrevista no programa Olho Vivo, na Rádio Sideral.

No ano passado, o período de declaração se estendeu por cinco meses, de junho a outubro. Entretanto, para este ano, o prazo foi reduzido para apenas dois meses, iniciando em 15 de abril e encerrando em 14 de junho.

A alteração no calendário foi resultado de reuniões entre a direção da Secretaria Estadual da Agricultura e entidades representativas do agronegócio, como Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul (FETAG) e Federação da Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul (Farsul). O objetivo é adequar o período de declaração aos ciclos de plantio e colheita característicos da região.

Embora o prazo tenha sido reduzido, os procedimentos e requisitos técnicos para a declaração permanecem os mesmos dos anos anteriores. A declaração pode ser feita presencialmente nos escritórios municipais ou online, para os produtores que possuem acesso à internet e familiaridade com sistemas digitais.

Joline ressaltou a importância da colaboração dos produtores para garantir um processo eficiente, especialmente devido ao curto prazo deste ano. Ela destacou a necessidade de comparecimento aos escritórios municipais ou postos de atendimento nas cidades de Charrua, Estação e Floriano Peixoto.

Durante a entrevista, também foi mencionada a dificuldade de realizar a busca ativa dos produtores, como nos anos anteriores, devido ao tempo limitado disponível. Portanto, a colaboração da comunidade na divulgação e conscientização sobre o novo calendário é fundamental.

Com aproximadamente 1.400 propriedades na região, o volume de declarações esperadas é considerável. Por isso, a Inspetoria conta com o apoio dos produtores e da comunidade para garantir que todos cumpram o prazo estabelecido e contribuam para o registro preciso do rebanho da região.

Confira a entrevista na íntegra:


Comments


VEJA TAMBÉM

bottom of page