ÚLTIMAS NOTÍCIAS

1/1

Arthur e Helena são os nomes mais registrados em 2020 no RS

Dez registros mais recorrentes revelam opção por nome simples pelos pais gaúchos. Ranking foi divulgado nesta terça-feira (29) pela Associação dos Registradores de Pessoas Naturais

Foto: Marcello Casa Jr. / Agência Brasil

O ranking de nomes mais recorrentes registrados em cartórios do Rio Grande do Sul em 2020 revela a predileção dos pais por nomes simples. Os 10 mais comuns são curtos, sendo que Helena, com 1.523 registros, lidera entre as meninas e Arthur, com 1.604 registros, é o nome mais registrados no geral.


Nomes compostos aparecem apenas em duas ocasiões: no nono lugar entre os meninos, Pedro Henrique, com 704 registros, e no nono entre as meninas, Maria Clara, com 645.


A lista reúne dados compilados entre 2010 e 2020 pela Associação dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen/RS) em 419 cartórios de Registro Civil do estado.


No Brasil, Miguel é o nome mais comum, sendo que, entre os gaúchos, ele ficou em segundo lugar com 1.559 registros. Heitor, o terceiro mais registrado no país, ficou em 10º no geral, no RS, com 876 registros.


Ranking dos mais registrados em 2020 - geral

  1. Arthur - 1.640

  2. Miguel - 1.559

  3. Helena - 1.523

  4. Alice - 1.179

  5. Theo - 1.038

  6. Bernardo - 1.030

  7. Davi - 902

  8. Joaquim - 893

  9. Laura - 880

  10. Heitor - 876

Nomes masculinos mais registrados em 2020

  1. Arthur - 1.640

  2. Miguel - 1.559

  3. Theo - 1.038

  4. Bernardo - 1.030

  5. Davi - 902

  6. Joaquim - 893

  7. Heitor - 876

  8. Gabriel - 875

  9. Pedro Henrique - 704

  10. Vicente - 680

Nomes femininos mais registrados em 2020

  1. Helena - 1.523

  2. Alice - 1.179

  3. Laura - 880

  4. Livia - 859

  5. Valentina - 811

  6. Antonella - 748

  7. Cecilia - 724

  8. Manuela - 647

  9. Maria Clara - 645

  10. Isabella - 617

Arthur é o nome da década no RS


A Arpen também divulgou o ranking de 2010 a 2020. Mais uma vez, Arthur, com 2.034 registros, é o nome mais recorrente, seguido também por Miguel (1.725) e Helena (1.603).


Sofia entra na lista dos mais recorrentes entre meninas com duas grafias diferentes: Sophia (747) e Sofia (675). Além disso, confirma a preferência por nomes simples: nenhum dos nomes mais comuns na década é composto.


Nomes mais registrados na década - geral

  1. Arthur - 2.034

  2. Miguel - 1.725

  3. Helena - 1.603

  4. Alice - 1.525

  5. Bernardo - 1.356

  6. Laura - 1.210

  7. Pedro - 1.100

  8. Valentina - 1.098

  9. Gabriel - 1.063

  10. Davi - 1.053

Nomes masculinos mais registrados na década

  1. Arthur - 2.034

  2. Miguel - 1.725

  3. Bernardo - 1.356

  4. Pedro - 1.100

  5. Gabriel - 1.063

  6. Davi - 1.053

  7. Lorenzo - 997

  8. Theo - 959

  9. Vicente - 917

  10. Lucas - 835

Nomes femininos mais registrados na década

  1. Helena - 1.603

  2. Alice - 1.525

  3. Laura - 1.210

  4. Valentina - 1.098

  5. Livia - 962

  6. Julia - 870

  7. Manuela - 844

  8. Isabella - 765

  9. Sophia - 747

  10. Sofia - 675

No país


Miguel e Maria Eduarda foram os nomes masculino e feminino mais registrados nos cartórios do Brasil nos últimos dez anos, de acordo com levantamento divulgado hoje (29) pela Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil).


Entre 2010 e 2020, foram 321.644 bebês registrados com o nome Miguel, que também foi o preferido deste ano (27.371). Nessa mesma década, Maria Eduarda foi registrado 214.250 vezes. Em 2020, esse nome feminino composto ficou em nono (9.856).


Arthur (287.886), Davi (248.066) e Gabriel (223.899) vêm a seguir de Miguel como os nomes mais registrados da década, numa lista única de nomes masculinos e femininos. Depois vem Maria Eduarda e Alice (193.788).


As listas de nomes masculinos e femininos mais registrados na última década confirma uma preferência do brasileiro por nomes simples para seus filhos. Dos dez primeiros, há apenas dois nomes compostos: Maria Eduarda, em quinto, e Pedro Henrique, em oitavo.


Confira abaixo as listas dos nomes de bebês mais registrados no Brasil neste ano e na última década:


10 nomes mais frequentes entre 2010 e 2020

  1. Miguel - 321.644

  2. Arthur - 287.886

  3. Davi - 248.066

  4. Gabriel - 223.899

  5. Maria Eduarda - 214.250

  6. Alice - 193.788

  7. Heitor - 154.237

  8. Pedro Henrique - 154.232

  9. Laura - 153.557

  10. Sophia - 147.579

10 nomes masculinos mais frequentes entre 2010 e 2020

  1. Miguel - 321.644

  2. Arthur - 287.886

  3. Davi - 248.066

  4. Gabriel - 223.899

  5. Heitor - 154.237

  6. Pedro Henrique - 154.232

  7. Bernardo - 143.046

  8. Samuel - 140.695

  9. Lucas - 140.683

  10. Guilherme - 131.634

10 nomes femininos mais frequentes entre 2010 e 2020

  1. Maria Eduarda - 214.250

  2. Alice - 193.788

  3. Laura - 153.557

  4. Sophia - 147.579

  5. Maria Clara - 140.043

  6. Julia - 138.675

  7. Helena - 132.342

  8. Valentina - 125.813

  9. Ana Clara - 121.920

  10. Ana Julia - 110.123

10 nomes mais frequentes em 2020

  1. Miguel - 27.371

  2. Arthur - 26.459

  3. Heitor - 23.322

  4. Helena - 22.166

  5. Alice - 20.118

  6. Theo - 18.674

  7. Davi - 18.623

  8. Laura - 17.572

  9. Gabriel - 17.096

  10. Gael - 16.667

10 nomes masculinos mais frequentes em 2020

  1. Miguel - 27.371

  2. Arthur - 26.459

  3. Heitor - 23.322

  4. Theo - 18.674

  5. Davi - 18.623

  6. Gabriel - 17.096

  7. Gael - 16.667

  8. Bernardo - 16.558

  9. Samuel - 14.069

  10. João Miguel - 12.746

10 nomes femininos mais frequentes em 2020

  1. Helena - 22.166

  2. Alice - 20.118

  3. Laura - 17.572

  4. Valentina - 12.653

  5. Heloisa - 12.077

  6. Maria Clara - 10.121

  7. Sophia - 10.044

  8. Maria Julia - 10.023

  9. Maria Eduarda - 9.856

  10. Lorena - 9.414

Fonte: G1 RS e Agência Brasil

VEJA TAMBÉM