top of page

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Aquecimento recorde no Pacífico confirma formação de "super El Niño", diz Inmet

Temperatura oceânica chegou a 2,1°C acima do normal, maior patamar desde 2015.

 

O aumento significativo da temperatura do Oceano Pacífico nos últimos meses confirmou a formação de um forte El Niño, classificado pelo meteorologista do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), Marcelo Schneider, como "super El Niño". Segundo ele, o aquecimento oceânico atingiu 2,1°C acima da média, maior patamar desde 2015.

O El Niño se caracteriza pelo aquecimento anormal das águas do Pacífico. Quando a temperatura fica 0,5°C acima do normal por 4-5 meses, o fenômeno é confirmado. Isso ocorreu oficialmente em outubro no caso atual.

Agora, com a nova marca recorde, espera-se que o El Niño continuará provocando calor e abafamento no Brasil central, assim como chuvas no Sul. Outros eventos climáticos também contribuem para o verão quente e chuvoso previsto em todo o país.

Conforme Schneider, o padrão deve ser de chuvas mais espaçadas intercaladas com dias muito quentes e abafados até janeiro e fevereiro, quando o calor deve permanecer.



VEJA TAMBÉM

bottom of page