top of page

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ANS define aumento de até 9,63% para planos de saúde individuais e familiares

A ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) aprovou por unanimidade um aumento de até 9,63% no valor dos planos de saúde individuais e familiares. O novo teto, aprovado em uma reunião da diretoria, é válido para contratos celebrados de 1º de maio de 2023 a 30 de abril de 2024.


De acordo com a metodologia da ANS, o cálculo reflete a variação das despesas com saúde obtidas em 2022 em relação a 2021. As operadoras podem aplicar percentuais mais baixos, mas são proibidas de aumentar acima do percentual definido. O presidente da ANS, Paulo Rebello, aconselha os titulares de planos a ficarem de olho nos aumentos, pois essa determinação pode impactar diretamente 8,9 milhões de usuários de planos individuais e familiares, o equivalente a 17,6% do total de consumidores de planos de saúde no Brasil.


O novo aumento será válido para contratos feitos a partir de janeiro de 1999 e pode ser aplicado pela operadora após a data de aniversário do plano, sendo o percentual válido entre junho de 2023 e maio de 2024. Em 2020, a ANS autorizou um aumento de 15,5% nos planos de saúde individuais e familiares, o maior percentual desde o início da série histórica.


Reajuste explicado


A ANS explica que o percentual de ajuste dos planos individuais ou familiares é determinado pela agência reguladora, aprovado em uma reunião da diretoria e apreciado pelo Ministério da Fazenda.


VEJA TAMBÉM

bottom of page