ÚLTIMAS NOTÍCIAS

1/1

AMAU apresenta realizações e tem contas aprovadas por unanimidade


A unidade de esforços permitiu que os prefeitos do Alto Uruguai superassem, ao lado de suas comunidades, os momentos mais difíceis da pandemia. 2021, porém, também trouxe à região importantes conquistas em infraestrutura, turismo e saúde. Os números e as realizações do período foram apresentados em assembleia na quarta-feira (15).


A Associação de Municípios do Alto Uruguai (AMAU) encerra as atividades de 2021 mais unida e forte. Sob a liderança do presidente Paulo Polis, respaldado pelo trabalho dos vice-presidentes Neninho Florek e Beto Bordin e demais prefeitos da região, a entidade, com o suporte técnico de seu Comitê de Atenção ao Coronavírus, enfrentou de mãos dadas, ao lado da comunidade, os piores momentos da covid-19, chegando ao final do ano como referência estadual no combate à pandemia, apresentando um dos mais altos percentuais de vacinação do RS e o menor índice de letalidade da doença em solo gaúcho, permitindo que a vida e os negócios sejam retomados em bom ritmo.


Conquistas importantes


No entanto, para a AMAU, os últimos 12 meses não se resumiram à covid. Longe disso. A Associação contabilizou importantes conquistas e fortaleceu parcerias estratégicas, que foram apresentadas em assembleia na noite de quarta-feira, 15, em Marcelino Ramos. Além da aprovação unânime do exercício fiscal do ano, apresentado pelo contador Ângelo Giaretton, os prefeitos discutiram temas de interesses das administrações locais, avaliando 2021 e projetando 2022.


Entre os destaques de 2021 estiveram as seguintes áreas:


Infraestrutura:

Fruto da articulação dos prefeitos junto a deputados, secretários de Estad e em visitas ao governador Eduardo Leite – que, em retribuição, participou de histórica assembleia da entidade em Barra do Rio Azul, no mês de setembro –, a AMAU recebeu, em 2021, a maior projeção de investimentos em pavimentação asfáltica de sua história recente: mais de R$ 90 milhões. Os recursos, oriundos do programa Avançar do governo gaúcho, serão utilizados para conclusão dos acessos asfálticos de pelo menos cinco municípios, além de ligações regionais e recuperação de rodovias, assim distribuídos:


Novos acessos municipais (até o fim de 2022):

  • R$ 7,1 milhões Ponte Preta. Extensão:4km.

  • R$ 6 milhões Mariano Moro. Extensão: 3,7km.

  • R$ 6,5 milhões em Cruzaltense. Extensão: 4,3km.

  • R$ 7,5 milhões em Benjamin Constant do Sul. Extensão: 5km.

  • R$ 12 milhões em Centenário. Extensão: 8km. Num esforço que envolveu aproximação com a AMUNOR.

Investimentos em ligações regionais:

  • R$ 19,5 milhões entre Tapejara e Charrua. Extensão: 24km. A AMAU também endossou a briga pela construção da ponte entre Campinas do Sul e Ronda Alta, além da viabilização dos respectivos acessos asfálticos.

Recuperação de rodovias:

  • Serão beneficiados, no total, nove trechos (alguns já concluídos), envolvendo quase uma dezena de municípios. Total de investimentos: R$ 20,7 milhões.

Convênio:

  • Ligação da RS420 via convênio do Daer com os municípios de Barra do Rio Azul, Erechim e Aratibapara pavimentar os 12,4km que faltam. Barra do Rio Azul precisa pavimentar um trecho de 4,7km, Erechim 2,2km e Aratiba 5,5km. Parte do investimento de R$ 16,2 milhões será custeada pelo Estado, e parte pelas prefeituras.

Concessão:

  • Além disso o trecho da ERS 135, entre Erechim e Passo Fundo, será concedido à iniciativa privada para investimentos, com previsão de duplicação da rodovia.

Pavimenta

  • Também de autoria do Piratini, o Programa Pavimenta, anunciado neste mês de dezembro, contemplou 24 municípios da AMAU com recursos capazes de melhorar a infraestrutura das cidades.

Turismo

  • Ciente das possibilidades econômicas e acreditando no potencial turístico do Alto Uruguai, a AMAU ampliou o repasse mensal para subsidiar as ações do Escritório Regional de Turismo, viabilizando a manutenção do espaço, que tem como foco atrair turistas de outros municípios do RS e do país, além de colaborar para qualificar as ações e processos dos empreendedores que atuam no segmento.

Saúde

  • Apoio integral às decisões técnico-científicas e participação nas discussões do Comitê de Atenção ao Coronavírus regional e também junto ao Comitê Estadual e secretaria de Saúde do RS. Distribuição de equipamentos, insumos e EPIs (máscaras, luvas e outros) aos municípios, por conta própria ou via parcerias, a fim de garantir a segurança da população durante a pandemia. A direção da AMAU também liderou o processo de ampliação da capacidade de atendimento dos hospitais de referência (Santa Terezinha e Caridade), dobrando, em menos de 15 dias, leitos de UTI covid-19 e leitos clínicos disponíveis, num esforço que contou com a colaboração do Estado, dos dirigentes das instituições de saúde e de profissionais do setor.

  • O represamento de cirurgias no Santa Terezinha, causado em razão da covid-19, também está sendo solucionado por meio de discussão entre os prefeitos e a direção do hospital, permitindo a realização de mutirões que já garantiram o encaminhamento de 2 mil procedimentos. Investimentos para melhorias no Santa Terezinha, junto ao governo do Estado e às prefeituras, também foram alcançados graças ao esforço coletivo.

  • A luta em defesa dos hospitais de pequeno porte, liderada pelo prefeito de Gaurama Leandro Puton, pautou o ano da entidade, com avanços importantes – e que devem redundar nos próximos meses na aprovação de lei estadual regulamentando o funcionamento das organizações.

CIRAU

  • Os municípios da AMAU ampliaram a participação junto ao CIRAU, garantindo economicidade e qualidade na aquisição de bens e serviços graças às compras coletivas utilizando o consórcio regional, presidido por Beto Bordin.

Assessoria jurídica

  • Embora o ano tenha trazido a irreparável perda de seu assessor jurídico, Geison Bortulini, vítima da covid-19, a AMAU seguiu prestando serviço de assessoramento às prefeituras, contribuindo para o encaminhamento de soluções em âmbito regional e, também, relacionado a situações pontuais dos municípios. Entre as principais ações nesta área, hoje, está a composição de um Consórcio Intermunicipal de Saneamento, a fim de trazer ao Alto Uruguai uma alternativa ao plano de privatização da Corsan e à intenção de regionalização nos termos propostos pelo Piratini.

Ampliando os canais de comunicação

  • Sem custos para os municípios, a AMAU disponibilizou seu portal na internet para divulgação das ações das prefeituras. A iniciativa, liderada pela assessoria de comunicação, rapidamente foi entendida pelos executivos locais, que utilizam o ambiente virtual para prestarem contas de suas obras e ações. Além disso, a Associação e seu Comitê Coronavírus promoveram ações de mídia em caráter regular a fim de orientar, prevenir e alertar a comunidade a respeito da pandemia.

Representação

  • A unidade e confiança que marcaram a gestão do presidente Polis à frente da AMAU também pôde ser percebida nas inúmeras representações delegadas aos demais prefeitos em assembleias, eventos e reuniões junto aos governos estadual e federal, bem como entidades de classe, poderes legislativo e judiciário e FAMURS.

VEJA TAMBÉM