top of page

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Aluguéis residenciais terminam 2022 com a maior alta em 11 anos

Os preços do aluguel residencial no Brasil terminaram o ano passado registrando a maior alta em 11 anos, desde 2011: 16,55%. É o que mostram dados do Índice FipeZAP+, da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), divulgados nesta terça-feira (17/1). Em 2011, os preços avançaram 17,3%.


O aumento dos preços registrado em 2022 foi quase o triplo do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação oficial do país (5,79%). A alta real dos aluguéis, descontada a inflação, foi de 10,76%.


Com exceção de Pelotas (RS), que teve um aumento de 2,37% (abaixo da inflação), todos os municípios pesquisados registraram alta real no ano passado.


Entre as capitais, os maiores avanços foram em Goiânia (32,93%), Florianópolis (30,56%), Curitiba (24,47%) e Fortaleza (21,33%).


A cidade de São José, em Santa Catarina, aparece na liderança do ranking geral, com alta de 42,41% no ano.


O preço médio dos novos contratos de aluguel nas 25 cidades pesquisadas foi de R$ 36,65 o metro quadrado em dezembro.


A cidade mais cara da lista é Barueri (SP), que tem o aluguel saindo, em média, por R$ 50,56 o metro quadrado.


Veja o aumento de preços por cidade em 2022 (alta nominal, sem descontar a inflação)
  • São José (SC): 42,41%

  • Goiânia (GO): 32,93%

  • Florianópolis (SC): 30,56%

  • Curitiba (PR): 24,47%

  • Barueri (SP): 23,27%

  • Fortaleza (CE): 21,33%

  • São José dos Campos (SP): 20,90%

  • Belo Horizonte (MG): 20,01%

  • Campinas (SP): 19,68%

  • Niterói (RJ): 18,44%

  • Rio de Janeiro (RJ): 17,93%

  • Ribeirão Preto (SP): 17,83%

  • Recife (PE): 17,07%

  • Salvador (BA): 16,56%

  • São José do Rio Preto (SP): 16,27%

  • Praia Grande (SP): 16,12%

  • São Paulo (SP): 14,63%

  • Santo André (SP): 12,43%

  • Santos (SP): 12,00%

  • Guarulhos (SP): 11,16%

  • Porto Alegre (RS): 11,14%

  • Joinville (SC): 10,98%

  • Brasília (DF): 9,15%

  • São Bernardo do Campo (SP): 8,32%

  • Pelotas (RS): 2,37%

Fonte: Metropoles

Commentaires


VEJA TAMBÉM

bottom of page