ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Alto Uruguai mantém estabilidade nos casos ativos de coronavírus

O Comitê Regional de Atenção ao Coronavírus da AMAU – Associação de Municípios do Alto Uruguai, vem realizando desde meados de março um levantando regional, para subsidiar as estratégias e ações de enfrentamento a Covid-19. O comitê vem monitorando 34 municípios (32 da AMAU, mais Nonoai e Rio dos Índios, da Região 16 – Alto Uruguai Gaúcho), mediante informações oriundas das próprias secretarias de Saúde e do próprio Distanciamento Controlado do Governo do Estado.


Estão sendo alvo de análise, na periodicidade de três vezes por semana (segunda, quarta e sexta-feira), os seguintes indicadores:

  • casos positivos;

  • recuperados e ativos;

  • taxa de recuperação;

  • óbitos;

  • taxa de letalidade;

  • disseminação per capita;

  • municípios com casos e sem casos;

  • quantitativos de casos por município;

  • surtos estabilizados;

  • municípios sem internação e óbitos;

  • entre outros.

Também estamos observando, com muito critério, a taxa de ocupação das alas Covid dos hospitais Santa Terezinha e Caridade, e dos 10 hospitais regionais que possuem leitos para internação clínica de Covid, um dos itens mais importantes na avaliação do Modelo do Estado.

Número de casos por município


Com o objetivo de melhorar a base de dados, o Comitê tem sistematizado também dados referentes ao número de casos por município, para aferir a estabilização, evolução e velocidade da disseminação da epidemia regional. Estamos percebendo, com relação a esse indicador, que a Região 16 mantém certa regularidade, com pequenas oscilações para mais e para menos, mas num patamar aceitável para um período pandêmico.


Não podemos deixar de analisar que nesse universo de 34 municípios, 240 mil habitantes, estamos, segundo o último boletim (17), com apenas 183 casos ativos. Estamos tentando levantar todos os indicadores possíveis, para ter uma boa base de dados. “Nossos argumentos sempre foram subsidiados por números, indicadores e índices e, não, por retórica”, pontua Jackson Arpini, membro do Comitê Regional.


Último boletim (17/08/2020)


Municípios com casos estabilizados


Municípios que estão, no momento, com a epidemia estabilizada e que não apresentaram casos ativos nas últimas avaliações. Nesse rol temos sete municípios, que conseguiram estabilizar os casos (20,60%).


Podemos verificar pelo gráfico, que estratifica informações de 17/07 a 17/08, portanto 1 mês, que a Região 16 mantém uma certa estabilidade, ou seja, os municípios com os casos estabilizados oscilam de 14,70% a 29,41%. Municípios:

  1. Barra do Rio Azul;

  2. Carlos Gomes;

  3. Ipiranga do Sul;

  4. Itatiba do Sul;

  5. Mariano Moro;

  6. Ponte Preta;

  7. Três Arroios.

Municípios com um a três casos ativos


Os municípios que estão com um número baixo de casos ativos, quando comparado ao universo da população, o que demonstra que os serviços de saúde, as ações e estratégias de enfrentamento tem apresentado resultados. Nessa classificação percebemos uma oscilação de 35,29% a 50%, um número expressivo. Atualmente estamos com o indicador de 15 municípios (44,11%). Municípios:

  1. Aratiba;

  2. Áurea;

  3. Campinas do Sul;

  4. Centenário;

  5. Cruzaltense;

  6. Entre Rios do Sul;

  7. Erebango;

  8. Estação;

  9. Faxinalzinho;

  10. Floriano Peixoto;

  11. Gaurama;

  12. Jacutinga;

  13. Marcelino Ramos;

  14. Quatro Irmãos;

  15. Rio dos Índios.

Municípios com quatro a 10 casos ativos


Nesse patamar de quatro a 10 casos constatamos uma variação de 20,58% a 35,29%, também num percentual significativo. Agora, segundo o último boletim, estamos com 8 municípios (23,53%).


Municípios:

  1. Barão de Cotegipe;

  2. Benjamin Constant do Sul;

  3. Erval Grande;

  4. Getúlio Vargas;

  5. São Valentim;

  6. Sertão;

  7. Severiano de Almeida;

  8. Viadutos.

Municípios com mais de 10 casos ativos


Do universo de 34 municípios observamos que essa variação oscila de 8,82% até 17,65%, num quantitativo de três a seis municípios. Hoje esse percentual está na ordem de 11,76%, com quatro municípios.

Municípios:

  1. Charrua;

  2. Erechim;

  3. Paulo Bento;

  4. Nonoai.

Sem internações e óbitos


É possível verificar, pelo relatório do Modelo de Distanciamento Controlado, divulgado na última sexta-feira (14), que 24 municípios (70,59%) não tiveram nenhum óbito ou internação nos últimos 14 dias, o que, segundo o regramento, podem atuar na classificação de “Médio Risco”, portanto bandeira laranja.


Fonte: Imprensa AMAU

VEJA TAMBÉM

1212.png
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca Ícone Spotify

Radio Sideral Ltda. © Copyright 2020. Desenvolvido por Produuza Web