top of page

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

15ª Coordenadoria Regional de Educação nomeia novos professores para rede estadual de ensino (Juliane Bonez, OLHO VIVO - 25/01/2024)

A posse dos novos professores ocorrerá até sexta-feira e serão nomeados um total de 1.334 profissionais aptos. Desses, 50 serão destinados à região da 15ª CRE

 

A 15ª Coordenadoria Regional de Educação (15ª CRE), sediada em Erechim, está realizando a nomeação dos novos professores que irão atuar no período letivo de 2024 na rede estadual de ensino. Esses professores foram considerados aptos através do concurso realizado em 2023 e estão prestes a iniciar suas atividades.

Segundo Juliane Bonez, coordenadora da 15ª CRE, os novos professores começarão suas atividades na segunda-feira, dia 29 de janeiro. Antes disso, eles terão uma semana para conhecer a escola, visitar as instalações e familiarizar-se com os documentos e programas desenvolvidos pela Secretaria Estadual de Educação.

A posse dos novos professores ocorrerá até sexta-feira e serão nomeados um total de 1.334 profissionais aptos. Desses, 50 serão destinados à região da 15ª CRE.

A organização da posse dos professores foi dividida em quatro grupos, com o objetivo de acolher e apresentar os projetos da Secretaria de Educação. Juliane destacou a importância dos professores se visualizarem nos projetos propostos, através do mapa estratégico, que mostra a abrangência da região, o número de municípios atendidos e as escolas existentes.

A distribuição dos professores nos mais de 30 municípios atendidos pela 15ª CRE é feita de acordo com critérios estabelecidos pelas secretarias. O objetivo é preencher a carga horária total dos professores nomeados, garantindo a validação do estágio probatório. Em alguns casos, é necessário realizar complementos em municípios próximos, caso a carga horária não seja preenchida em um único local.

A equipe da 15ª CRE tem trabalhado em parceria com as equipes gestoras das escolas desde o início do mês de janeiro, buscando adaptar e ajustar a distribuição dos professores de acordo com as necessidades de cada município e componente curricular.

Ouça a entrevista na íntegra:


VEJA TAMBÉM

bottom of page