ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Pedidos de seguro-desemprego no RS aumentam 45% em abril em relação ao mesmo período de 2019

Na soma de janeiro a abril, 145.155 pessoas pediram o auxílio, 13,4% a mais do que no ano anterior. Além do aumento, forma de encaminhamento mudou do pedido presencial para a solicitação digital

Os pedidos de seguro-desemprego no Rio Grande do Sul aumentaram 45,1% em abril se comparado com o mesmo mês do ano anterior. O número de solicitações chegou a 52.703, enquanto que, em 2019, foram feitos 36.320 pedidos por meio das agências da Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social (FGTAS), do Sistema Nacional de Emprego (SINE) e dos canais digitais desses órgãos.


"A concessão ao benefício aumentou em decorrência do aumento do desemprego observado neste mês, já como consequência da pandemia da Covid-19. Ela afetou, entre outros aspectos, a produção e o consumo", destaca Ana Rosa Fischer, coordenadora do departamento de Relações com o Mercado de Trabalho da FGTAS.


Na soma dos quatro primeiros meses do ano, houve um aumento de 13,4% de pedidos em comparação com o mesmo período do ano passado. De janeiro a abril de 2020, foram recebidas 145.155 solicitações do benefício e, em 2019, 127.937.


Entre 23 de março a 30 de abril, o atendimento presencial ficou suspenso e só foi retomado na última segunda-feira (11). Por isso, houve também um aumento nas requisições digitais. Em 2019, foram feitas apenas 1.474 solicitações digitais, enquanto que, em 2020, o número saltou para 60.671.


No momento, 126 unidades dispõem de atendimento presencial de encaminhamento de seguro-desemprego no RS. Apenas as agências de Gravataí, na Região Metropolitana, e de Lajeado, no Vale do Taquari, permanecem fechadas.


O funcionamento de todas as unidades é de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h. É permitida a entrada e permanência de público equivalente ao número de atendentes disponível nas unidades, e é obrigatório o uso de máscara e distância de, no mínimo, dois metros entre os trabalhadores que aguardam atendimento nas filas.


Como solicitar o benefício pela internet


  • O trabalhador pode realizar o encaminhamento do benefício seguro-desemprego pela internet, após sete dias da dispensa, por meio do aplicativo Carteira de Trabalho Digital;

  • Uma vez com acesso à conta, é preciso clicar em “Solicitar Seguro-Desemprego” e informar o número do requerimento que está no comunicado de dispensa;

  • Em seguida, confirmar a solicitação e obter um comprovante ao final do processo;

  • No portal do governo federal também pode ser encaminhado o benefício;

  • Se a solicitação on-line for concedida automaticamente, receberá a informação de que a emissão das parcelas ocorrerá em 30 dias contados a partir da data de liberação pelo sistema. Caso ocorra problemas no encaminhamento online, entre em contato pelo telefone 158;

  • Se o sistema notificar pendências, o cidadão deve enviar e-mail para a Agência FGTAS/Sine da sua cidade para que seja fornecido auxílio nas situações de seguro empregado doméstico, seguro com alvará judicial, seguro por término de contrato ou se o sistema acusar confirmação no posto e divergência de dados cadastrais.

Fonte: G1 RS

VEJA TAMBÉM

1212.png
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca Ícone Spotify

Radio Sideral Ltda. © Copyright 2020. Desenvolvido por Produuza Web