ÚLTIMAS NOTÍCIAS

As aulas na rede pública do Rio Grande do Sul só voltarão em junho, anuncia Eduardo Leite


Durante transmissão pela internet na tarde desta quinta-feira (30), o governador Eduardo Leite anunciou que as aulas na rede pública do Rio Grande do Sul serão retomadas apenas em junho, prosseguindo até janeiro, por causa da pandemia de coronavírus. Já nas escolas particulares, o retorno poderá ocorrer antes, conforme as regras do decreto de “distanciamento social controlado” que entrará em vigor na próxima segunda-feira (4). “Definimos que a educação pública voltará apenas em junho”, reiterou. Nós vamos fazer a antecipação do recesso de julho para o mês de maio. Serão 15 dias de suspensão das aulas para retomada posterior das atividades e, em junho, então, retornam as aulas, que vão até o mês de janeiro”, disse Leite.


Como funcionará


Conforme já mencionado, o novo cronograma inclui em sua logística a antecipação para maio do recesso de inverno, normalmente realizado em julho. “Suspenderemos as aulas por mais 15 dias e anteciparemos os 15 dias de recesso para o mês de maio, ou seja, na prática, as aulas retornam apenas em junho”, explicou Leite. A expectativa é de que o ano letivo termine em janeiro de 2021. Ao longo do mês de maio, serão estabelecidos protocolos para que alunos, professores e servidores possam retomar as aulas com segurança. Isso pode exigir a compra de materiais ou equipamentos de proteção e reforço de recursos humanos, cujos processos de aquisição e contratação podem levar mais tempo. Para a rede particular, as diretrizes serão finalizadas na próxima semana e lançados juntamente com todos as regras de funcionamento para as atividades econômicas. Por enquanto, em caráter transitório, as aulas da rede privada seguem suspensas, mas é possível que haja uma antecipação da retomada, o que pode ocorrer ainda em maio. “Vamos definir o protocolo para a educação e a rede privada, se tiver condições de atender esses protocolos, poderá retomar as aulas antes”, frisou. A fim de evitar que os alunos da rede estadual sejam prejudicados, foi implementada a metodologia das aulas programadas, envolvendo diversos recursos pedagógicos e tecnológicos os quais as escolas dispõem, incluindo plataformas digitais e aplicativos variados. O planejamento dos conteúdos e a preparação das dinâmicas pedagógicas são realizados pelos educadores a partir das possibilidades de cada comunidade escolar, de acordo com orientações da Seduc (Secretaria Estadual da Educação). Para manter a carga horária anual dos estudantes, os professores estão utilizando diversos recursos, desde a distribuição presencial de tarefas e materiais didáticos aos pais ou responsáveis pelos estudantes que não têm acesso à internet até a utilização de plataformas digitais e rede sociais, como Facebook e WhatsApp, aplicativos, blogs, jogos interativos e atividades planejadas.


Fonte: O Sul

VEJA TAMBÉM

1212.png
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca Ícone Spotify

Radio Sideral Ltda. © Copyright 2020. Desenvolvido por Produuza Web