NOTÍCIAS VOLTAR

OLHO VIVO | Começam a ser instaladas as primeiras câmeras de videomonitoramento em Getúlio Vargas

Prefeito falou sobre segurança pública no programa desta terça-feira

12/06/2018 15:10:00
  segurança pública; videomonitoramento; getúlio vargas; 2018; olho vivo; soligo;

Começaram a ser instaladas, na tarde desta segunda-feira, 11, as primeiras câmeras de videomonitoramento na cidade. Ao todo, serão colocadas em funcionamento 26 câmeras, sendo seis Speed Full HD 2 Megapixels 1080P, 30X com software e 20 fixas Network 4.0 Megapixels. O valor total do investimento em câmeras é de R$ 88.745,00.

A entrega oficial foi realizada no início da tarde de segunda-feira, pela Comissão  de Videomonitoramento do Programa de Desenvolvimento de Getúlio Vargas – Prodege - integrada pela Prefeitura de Getúlio Vargas, ACCIAS, CDL Getúlio Vargas, Câmara de Vereadores, Conselho Comunitário Pró Segurança Pública – Consepro, Brigada Militar, Polícia Civil e Sicredi Estação.

O prefeito Mauricio Soligo participou da entrega dos equipamentos à empresa responsável pela instalação, a Connectline Automação Ltda., realizada na sede da Brigada Militar, onde está sendo preparada a sala para o controle das imagens que serão transmitidass pelas câmeras.

No programa Olho Vivo desta terça-feira, o prefeito Mauricio Soligo falou sobre o início do programa Cidade Segura, e também falou sobre outras questões envolvendo a segurança pública no município. Confira no áudio abaixo. 

PROGRAMA CIDADE SEGURA

O lançamento do Programa Cidade Segura foi realizado no dia 13 de abril, quando foram assinados os contratos que auxiliarão na execução e manutenção do projeto, num valor total de R$ 350 mil, que é administrado pelo Consepro e o projeto executado pela empresa ConnectLine

Nesta primeira etapa, o investimento será utilizado para aquisição e instalação das câmeras de monitoramento, de materiais de rua – postes -, fibra óptica -  e para a sala de videomonitoramento na Brigada Militar. Em breve, novos investimentos possibilitarão a montagem de uma sala de espelhamento na Polícia Civil.

                   

Ouça o áudio da matéria: